Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

14/04/2004 08:15

Começa sábado a Campanha Nacional de Vacinação do Idoso

RedeSaúde

Começa neste sábado e termina no próximo dia 30, a sexta Campanha Nacional de Vacinação do Idoso. A meta do Ministério da Saúde é levar mais de 10,6 milhões de pessoas acima de 60 anos (70% da população idosa) aos postos de vacinação. Ao contrário do que a maioria pensa, a gripe é uma doença perigosa e pode até levar o paciente à morte. O organismo dos idosos é mais vulnerável à gripe, aumentando assim, os riscos de uma pneumonia. A vacina contra a gripe diminui em 90% dos casos o risco de contrair a doença. Ela precisa ser tomada todos os anos.

Estimativas do Ministério da Saúde demonstram que desde o início das campanhas, há seis anos, houve uma redução de aproximadamente 51 mil internações decorrentes das complicações da gripe. Mesmo pessoas cardíacas, asmáticas, diabéticas, hipertensas, com insuficiência renal ou hepática e portadores sintomáticos ou assintomáticos do vírus da Aids (HIV) ou com outro estado de baixa imunidade devem tomar a vacina contra a gripe.

Não podem se vacinar pessoas que tenham alergia comprovada à proteína do ovo e ao mercurocromo ou mertiolate. Os idosos que não puderem ir aos postos de saúde deverão, eles próprios ou os familiares, entrar em contato com a secretaria de Saúde da sua cidade, que enviará equipes às suas residências, o que pode acontecer durante ou após o período da campanha, dependendo da capacidade de cada estado para atender à demanda. Os postos de saúde aplicarão, além da vacina contra a gripe, a Dupla Adulto, contra difteria e tétano. Deve se vacinar quem não completou a série de três doses ou não tomou o reforço após cinco anos.

Além da dose contra a gripe, a campanha oferecerá também a vacina contra a pneumonia para idosos internados em hospitais, casas geriátricas e instituições assistenciais que não tenham recebido a dose nos últimos cinco anos. Este ano, o recurso aplicado pelo governo na campanha é de R$ 105,1 milhões. Desse total, R$ 87,1 milhões foram destinados para compra de 16,6 milhões de doses de vacina contra a gripe; R$ 7,3 milhões, na aquisição de 300 mil doses de vacina contra pneumococos, que protege contra pneumonias; R$ 4,6 milhões, com repasse fundo a fundo aos estados e municípios para ações de mobilização e treinamento; e aproximadamente R$ 6 milhões para a divulgação da campanha.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 18 de Dezembro de 2017
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)