Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

23/02/2013 14:29

Comando estadual do PDT vai renunciar para Schimidt assumir

Campo Grande News/ Zemil Rocha

O presidente regional do PDT, Dagoberto Nogueira Filho, revelou, em entrevista ao Campo Grande News, que vai propor aos dirigentes estaduais do partido “renúncia coletiva” a fim de que João Leite Schimidt, conselheiro aposentado do Tribunal de Contas, assuma o comando da legenda. “Como o Schimidt não faz parte do Diretório, vou propor que todos os integrantes renunciem e aí faremos uma nova eleição e elegeremos a nova chapa com ele presidente”, justificou Dagoberto.

A convenção do PDT para eleição do novo diretório regional será realizada na próxima terça-feira, dia 26, a partir das 18 horas, na sede do partido. “Vamos reunir os 71 membros do Diretorio Regional para comunicar a decisão de trocar de presidente”, informou Dagoberto.

Segundo o atual presidente do PDT, o veterano político João Leite Schimidt não tinha vontade de assumir a presidência regional do partido e houve dificuldade em convencê-lo. “Tivermos que fazer muitos apelos. Foi uma comissão grande falar com ele e o Schimidt acabou aceitando”, contou.

Autarquia para PDT - Na semana passada, Dagoberto Nogueira esteve com o governador André Puccinelli (PMDB) e encaminhou a reivindicações de o PDT passasse a integrar o governo, com nomeações para o comando de três autarquias, Inmetro, Fundação de Trabalho e Agepan. Diante do pedido, André teria oferecido apenas uma autarquia, a ser definida até o final deste mês.

“Até o final do mês o governador define qual a secretaria ou autarquia que ele vai dar para nós”, reafirmou Dagoberto. Indagado se estaria disposto a representar o partido nesse cargo, ele respondeu negativamente. “ Eu não quero. André até queria que fosse eu, por causa da nossa proximidade resultante da eleição municipal em Campo Grande, quando fui vice do Giroto, mas quero cuidar é da minha eleição para deputado federal”, afirmou o ex-deputado federal pedetista.

Na avaliação de Dagoberto, se aceitasse ser o nome do PDT no governo acabaria criando problema para o próprio governador. “Sou candidato a deputado federal e tenho que trabalhar nessa direção. E já falta só um ano para a campanha”, finalizou.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)