Cassilândia, Sexta-feira, 24 de Janeiro de 2020

Últimas Notícias

11/12/2019 10:29

Com tumor e depressão, Victor partiu e será enterrado na delegacia onde viveu

Paula Maciulevicius Brasil, Campo Grande News
Victor, o rottweiler policial que já deixou saudades. (Foto: Arquivo Pessoal)Victor, o rottweiler policial que já deixou saudades. (Foto: Arquivo Pessoal)

 

A aposentadoria "forçada" por motivo de doença deprimiu Victor que depois de fazer um procedimento para retirar um tumor, perdeu o movimento das pernas e a vontade de viver. O cão policial da Derf (Delegacia Especializada de Roubos e Furtos) morreu aos 12 anos na manhã desta quarta-feira (11) deixando tristeza e saudade para os policiais do distrito.


A notícia se espalhou rapidamente porque Victor movimentava não só a delegacia. Mês passado ele parou nos noticiários de todo o Estado ao precisar de doações para os custos com a cirurgia. Um tumor que apareceu e o tirou da rotina policial. O rottweiler tinha 12 anos e chegou ainda filhote ao pátio da Derf.

Foi no dia a dia que ele aprendeu a ser policial. Ajudava na escolta de presos, era o guardião das salas dos investigadores e escrivães se impondo para cima de quem era desconhecido dentro da delegacia.

Como sempre foi tratado como policial, Victor será enterrado na própria delegacia onde viveu e trabalhou. "Por que será aqui? Porque ele é nosso, é um de nós", diz o titular, Reginaldo Salomão.

Quando a vaquinha começou para ajudar a custear o tratamento, Victor chegou a ser operado, perdeu os movimentos e depois da alta voltou para casa. "Mas como ele necessitava de atendimento especializado, ele foi para uma ONG, onde ele teve uma recaída e parou de se alimentar", detalha Salomão.

Embora Victor tivesse a visita dos policiais todos os dias, o delegado acredita que sair da rotina da delegacia o deprimiu. "Acho até que ele morreu porque saiu de perto da gente", lamenta. As providências legais estão sendo tomadas para que Victor seja enterrado na delegacia.

A conta continua em R$ 4 mil reais com gastos de internação e medicamentos. Quem puder ajudar basta entrar em contato com a delegacia pelo telefone: 3368-6601.

 

O Estado deveria arcar com as despesas.
 
Carmozina Aparecida da Silveira em 12/12/2019 08:50:14
Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 24 de Janeiro de 2020
Quinta, 23 de Janeiro de 2020
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)