Cassilândia, Sexta-feira, 25 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/10/2009 15:00

Com sorte e competência, Button é campeão em São Paulo

Gazeta Esportiva

Se neste sábado, Rubens Barrichello contou com a sorte e teve competência para conseguir a pole-position do GP do Brasil, Jenson Button mostrou os mesmos atributos neste domingo. Ajudado por uma série de incidentes no começo da prova e com um estilo bastante agressivo na pista, o inglês da Brawn GP sagrou-se campeão mundial de Fórmula 1 em Interlagos.

Button foi o quinto colocado na prova, três à frente de seu principal oponente, Barrichello, que sofreu ainda com um pneu furado no final da disputa - o brasileiro precisava somar, no mínimo, cinco pontos a mais que o companheiro de equipe para levar a decisão para Abu Dhabi, daqui a duas semanas. Nos Emirados Árabes, o campeão chegará com 89 pontos, contra 72 do piloto verde-amarelo e 74 de Sebastian Vettel.

É a quinta vez consecutiva que a taça é definida em São Paulo: em 2005 e 2006 Fernando Alonso consagrou-se aqui, enquanto em 2007 foi a vez de Kimi Raikkonen triunfar. No ano passado, as honras ficaram por conta de Lewis Hamilton.

Sem a tão falada chuva, a corrida foi vencida por Mark Webber, da Red Bull, que assumiu a ponta logo após a primeira rodada de pit stops. Seu companheiro de equipe, Sebastian Vettel, que também lutava pelo título foi o quarto colocado e agora luta pelo vice contra Barrichello. Robert Kubica ficou com a segunda colocação neste domingo, seguido por Hamilton.

Para piorar a situação de Rubinho, ele segue em jejum de vitórias no GP do Brasil, prova que disputa desde 1993. A melhor colocação de sua carreira em Interlagos foi a terceira posição em 2004, ano em que coincidentemente ele também largou na pole.

O Grande Prêmio do Brasil começou caótico. Piloto da McLaren, Heikki Kovalainen rodou logo no S no Senna e por pouco não atingiu Giancarlo Fisichella, da Ferrari, que vinha logo atrás. Como se isso não bastasse para provocar bandeira vermelha, Jarno Trulli escorregou na zebra e atingiu Adrian Sutil, que foi para a grama e, quando voltou, acertou Fernando Alonso. O piloto da Toyota quis brigar com o alemão ao sair do carro.

Tentando permanecer na corrida, Heikki Kovalainen entrou nos boxes, mas precipitou-se e saiu com a mangueira ainda presa ao carro. O combustível vazou e deu um banho em Kimi Raikkonen, que vinha logo atrás pois havia arrumado a asa. O monoposto do finlandês virou uma bola de fogo por alguns centésimos de segundo.

Com tamanha bagunça, o safety car entrou na pista e só saiu de lá na quarta volta. Os maiores beneficiários disso foram justamente os dois maiores adversários de Rubinho, Button e Vettel, que ganharam diversas posições. De olho na taça, o inglês da Brawn passou a guiar de forma bastante agressiva e superou Romain Grosjean e Kazuki Nakajima, chegando ao sétimo lugar. Vettel, por sua vez, alcançou o nono posto.

Barrichello manteve a liderança até seu primeiro pit stop, realizado na volta 21. Segundo a parar, o brasileiro sofreu com o problema de aquecimento dos pneus prejudicou bastante o brasileiro na saída dos boxes e, voltando em nono, ele não demorou a ser ultrapassado por Sebastian Vettel e Lewis Hamilton.

Mais à frente, Button seguia muito bem e ultrapassou o estreante Kamui Kobayashi, que substitui o machucado Timo Glock na Toyota. O britânico parou na volta 29 e voltou na décima colocação, enquanto Rubinho era o quarto colocado e Mark Webber liderava.

Duas passagens depois, um incidente totalmente japonês: ao sair dos boxes, Kazuki Nakajima acelerou demais e tocou a roda traseira esquerda de Kobayashi. O piloto da Williams então virou "passageiro" até bater contra uma barreira de pneus da curva do Lago.

Button continuou a fazer bem o seu trabalho e não tardou a ultrapassar Buemi, chegando ao sétimo lugar depois de que todos pararam pela primeira vez para reabastecer e trocar pneus. A corrida então ficou monótona, sem mais ultrapassagens na pista entre os ponteiros, até o segundo pit stop.

Com a segunda rodada de pit stops, Button ficou em sétimo, com Rubinho em terceiro, situação limite para o inglês triunfar. Se fosse ultrapassado ou o brasileiro ultrapassasse alguém, a decisão da taça seria adiada. Mas então Heikki Kovalainen fez sua terceira parada e Jenson nem precisou trabalhar muito para alcançar a sexta posição, ganhando tranquilidade.

Para ajudar, Lewis Hamilton fez um favor ao compatriota ao superar Rubens Barrichello a nove voltas do fim. Mas nem precisava: com um pneu furado, Rubinho entrou nos boxes de novo, definindo assim a temporada 2009 da Fórmula 1.

Confira os resultados do Grande Prêmio do Brasil:

1: Mark Webber (AUS/Red Bull) - 71 voltas em 1h32min23s081
2: Robert Kubica (POL/BMW) - a 7s626
3: Lewis Hamilton (ING/McLaren) - a 18s944
4: Sebastian Vettel (ALE/Red Bull) - a 19s652
5: Jenson Button (ING/Brawn GP) - a 29s005
6: Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari) - a 33s340
7: Sebastien Buemi (SUI/Toro Rosso) - a 35s991
8: Rubens Barrichello (BRA/Brawn GP) - a 45s454
9: Heikki Kovalainen (FIN/McLaren) - a 48s499
10: Kamui Kobayashi (JAP/Toyota) - 1min03s324
11: Giancarlo Fisichella (ITA/Ferrari) - 1min10s665
12: Vitantonio Liuzzi (ITA/Force India) - 1min11s388
13: Romain Grosjean (FRA/Renault) - a 1 volta
14: Jaime Alguersuari (ESP/Toro Rosso) - a 1 volta

Não completaram:

Kazuki Nakajima (JAP/Williams) - volta 31
Nico Rosberg (ALE/Williams) - volta 28
Nick Heidfeld (ALE/BMW) - volta 22
Adrian Sutil (ALE/Force India) - volta 1
Jarno Trulli (ITA/Toyota) - volta 1
Fernando Alonso (ESP/Renault) - volta 1

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 25 de Maio de 2018
Quinta, 24 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Quarta, 23 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)