Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

17/03/2009 13:04

Com rebanho reduzido, cai a produção de ração

Fernanda Mathias, Campo Grande News

Com rebanho menor e investimentos reduzidos na pecuária, a produção de ração e suplementos caiu em Mato Grosso do Sul no ano passado, segundo dados divulgados nesta terça-feira pela SFA (Superintendência Federal de Agricultura).

As 50 indústrias que produzem suplementos no Estado produziram 88 mil toneladas de suplementos minerais para bovinos em 2008, mil toneladas a menos que em 2007. Já a produção de suplementos minerais proteicos caiu em 10 mil toneladas em relação ao ano anterior, quando foram produzidas 53 mil toneladas.

Na categoria de rações para bovinos, a produção de 2008 ficou em torno de 54 mil toneladas, apresentando queda de 7% em relação a 2007. A produção de rações para eqüinos se manteve estável, em torno das 3 mil toneladas.

No estado estão instaladas 111 indústrias fabricantes de produtos destinados à alimentação animal registradas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. Desse total, 85 indústrias atuam na produção de rações, suplementos e concentrados para diversas espécies, as demais atuam como fornecedores de matérias-primas de origem animal, vegetal e mineral.

Aves e suínos – Por outro lado, no segmento da avicultura de corte, a produção de rações foi de 544 mil toneladas, aumento de 5% em relação à produção do ano anterior, seguindo essa tendência, a produção de rações para aves em postura alcançou 73 mil toneladas, com aumento de 9% em relação ao volume de 2007. Praticamente toda à produção de rações para aves no Estado vem do sistema de integração.

O cenário neste ano deve ser diferente, uma vez que desde o fim do ano passado o setor avícola vem encolhendo. Seguindo uma expressiva redução de exportações, o alojamento de pintos também teve forte queda.

No setor da suinocultura, também caracterizado pelo sistema de integração, a produção de rações em 2008 foi de 200 mil toneladas, aumento significativo em relação a 2007 que havia registrado a produção de 166 mil toneladas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)