Cassilândia, Quinta-feira, 22 de Agosto de 2019

Últimas Notícias

20/03/2019 06:40

Com projeto definido, governo quer ponte sobre Rio Paraguai em 4 anos

Campo Grande News
Com projeto definido, governo quer ponte sobre Rio Paraguai em 4 anos

A visita técnica realizada nesta terça-feira (19) à região de Porto Murtinho –a 431 km de Campo Grande– que deve receber a ponte sobre o Rio Paraguai, ligando o município ao vizinho paraguaio Carmelo Peralta, terminou com a expectativa de que os trâmites burocráticos para o empreendimento sejam superados em até 12 meses, com a ponte, do tipo estaiada, sendo inaugurada em agosto de 2023 e abrindo caminho para a rota bioceânica.

A obra, estimada em US$ 75 bilhões, será bancada pela Itaipu Binacional –os recursos sairão da participação paraguaia na usina hidrelétrica. A localização da ponte ficará a cerca de dez quilômetros da zona urbana de Porto Murtinho, como antecipou na segunda-feira (18) o Campo Grande News.

A previsão foi anunciada pelo secretário de Estado de Meio Ambiente, Desenvolvimento Econômico, Produção e Agricultura Familiar, Jaime Verruck, após a vistoria ao local. Segundo ele, serão concentrados esforços para que projetos e trâmites burocráticos sejam finalizados em 12 meses, para acelerar o início das obras. A expectativa é entregar a ponte em até quatro anos e cinco meses.

“Hoje temos orçamento, temos projeto, tem uma equipe técnica já trabalhando aqui, portanto, as condições todas estão reunidas”, declarou Verruck, segundo quem a ponte “é um grande passo para a estruturação logística e a integração econômica do Estado de Mato Grosso do Sul e torna realidade o sonho de muitas pessoas que pensaram e discutiram a concretização de uma rota bioceânica”.

Comitiva – A vistoria foi o primeiro encontro entre representantes dos dois países para discutir o projeto da ponte. Diretores da Itaipu Binacional participaram da visita, incluindo o conselheiro e ex-ministro Carlos Marun. Segundo ele, a partir da vistoria, será possível convocar uma reunião extraordinária do Conselho de Administração da usina, “para aprovar os recursos destinados ao custeio da fase preparatória, que seriam os estudos, o licenciamento”.

Também presente, o diretor da Itaipu Paraguai, José Alberto Alderete considerou a obra “um marco” para a integração regional. “Após 53 anos da construção da Ponte da Amizade sobre o rio Paraná, Itaipu constrói mais uma ponte internacional. A ponte ligando Porto Murtinho a Carmelo Peralta será a primeira sobre o Rio Paraguai a unir os dois países”, disse, prevendo ainda “o desenvolvimento da fronteira Paraguai-Brasil”.

Além da ponte em Murtinho, Itaipu construirá outra estrutura, já em fase licitatória, entre Foz do Iguaçu (PR) e Presidente Franco (Paraguai), também orçada em US$ 75 milhões. A cidade sul-mato-grossense ganhará, ainda, outra ponte, ligando-se a Puerto Valle-Mi (50 km ao sul da área urbana), orçada em R$ 25 milhões.

Derlei Delevatti (PSDB), prefeito de Porto Murtinho, ressaltou que a ponte construída por Itaipu permitirá a ligação com o Oceano Pacífico, implementando um braço importante da rota bioceânica. “Com essa ponte vamos conseguir colocar os produtos, o grão principalmente, no mercado asiático através dos portos do Chile. Hoje estamos confirmando um sonho de 50 anos”. 

Também participaram da visita a diretora financeira de Itaipu, Monica dos Santos, e o diretor de Coordenação, Miguel Gomez, além do deputado federal Vander Loubet (PT) e técnicos do Departamento de Engenharia da Itaipu.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 22 de Agosto de 2019
Quarta, 21 de Agosto de 2019
09:00
Santo do Dia
Terça, 20 de Agosto de 2019
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)