Cassilândia, Quarta-feira, 22 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

31/07/2011 20:36

Com gol nos acréscimos, Santos perde para Atlético-PR

FPF

Buscando a reabilitação, o Santos visitou o Atlético-PR na noite deste domingo (31), pelo Campeonato Brasileiro. O Furacão venceu a partida pelo placar de 3 a 2.

O Atlético foi a oito pontos, mas segue na zona de rebaixamento, onde também se encontra o Peixe, com 11

Pará tentou a primeira chance de gol da partida, mas bateu para fora. O gramado molhado da Arena da Baixada impedia que as equipes tentassem criar jogadas mais elaboradas.

Foi enfrentando as poças que Cléber Santana abriu o placar para o Furacão aos quatro minutos. Ele dominou a bola de frente para a área, dominou, driblou a água e ainda passou pela zaga santista antes de bater para o fundo das redes.

Edu Dracena errou no toque e a bola ficou com Cléber Santana, que lançou Morro Garcia, mas o atacante fez falta na grande área. Aos oito minutos, Ganso quase marcou gol contra em cobrança de escanteio do Atlético.

No escanteio seguinte, Manoel apareceu sozinho para cabecear e mandou sem chances de defesa para Rafael para aumentar o placar da Arena.

Cléber Santana tentou o chute e Rafael fez a defesa. Depois, Borges recebeu na área e bateu longe do gol.

O Santos aproveitou cobrança de escanteio para diminuir o placar com Neymar, que bateu no canto de Renan Rocha com o pé esquerdo.

O ritmo da partida seguia forte e a as duas equipes já conseguiam trocar passes sem problemas com as poças d\'água. Morro Garcia foi lançado por Manoel, mas Edu Dracena chegou antes para fazer o corte. Borges, aos 21, bateu de longe, mas a bola foi por cima do gol.

Borges fez o toque para Neymar, partiu com a bola pela área e puxa a defesa até a linha de fundo, mas acaba chutando do lado de fora da rede. Elano bateu falta aos 28 e Renan fez a defesa. No minuto seguinte, o goleiro atleticano voltou a interfirir, em defesa de chute de Edu Dracena.

O Santos cresceu nos minutos finais do primeiro tempo, tendo a maioria das oportunidades ofensivas .Elano, aos 40, bateu falta e Cléber Santana subiu para fazer o corte. O Furacão tentava a pressão, mas parava na marcação do Peixe.

O segundo tempo começou disputado e bastante truncado, com muita marcação e faltas. Edílson arriscou em cobrança de falta aos oito minutos, mas Edu Dracena fez o corte. O Santos tentava tocar a bola, mas não conseguia passar da zaga do Furacão. Paulinho fez a jogada com Morro Garcia e tentou o chute, mas bateu para fora.

O Santos conseguiu o empate aos 17, com Borges. Pará fez a jogada e tocou para o atacante girar e bater sem chances de defesa para Renan Rocha.

Ganso chegou ao gol aos 20, mas Renan fez a defesa. No rebote, Neymar pegou e mandou no travessão, e em novo rebote, Borges tentou o chute, que tocou em jogador do Atlético. O Santos buscava pressionar e o Furacão investia no contra-ataque.

Marcinho tentou em cobrança de falta, mas a bola passou longe do gol de Rafael. Aos 34, após cruzamento da direita, Ibson tentou o chute, mesmo caído, mas acabou desarmado.

Mesmo com a pressão santista, quem chegou ao gol foi o Atlético-PR, com Marcinho. Aos 46 minutos, ele apareceu após cruzamento e completou para recolocar o rubro-negro na frente do placar.

Neymar buscou a reação em jogada pela direita e chutou longe do gol. O Peixe tentou partir para cima, mas o Furacão segurou a bola para confirmar a vitória.

O Santos visita o Vasco na próxima rodada. O Atlético-PR faz o duelo de xarás com o Atlético-GO.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Segunda, 20 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)