Cassilândia, Quinta-feira, 18 de Julho de 2019

Últimas Notícias

15/06/2019 06:40

Com duas operadoras em MS, ANS suspende venda de 51 planos de saúde

Campo Grande News

A partir desta sexta-feira (14), 11 operadoras estão proibidas de comercializar planos de saúde para novos clientes. A decisão da ANS (Agência Nacional de Saúde Suplementar), anunciada na última semana, impede a venda de 51 planos até que sejam comprovadas melhorias no atendimento. Em Mato Grosso do Sul, duas operadoras que atuam no estado estão na lista de suspensão: a Agemed Planos de Saúde e a Postal Saúde.

A Agemed é a operadora que teve o maior corte. Ao todo foi suspensa a comercialização de 12 planos de saúde. Em nota oficial, a operadora informou que tem 230 produtos registrados e disponíveis para a comercialização. A operadora ainda destaca que dos planos proibidos para venda, oito já estavam fora de comercialização e os outros quatro foram substituídos por novos produtos no catálogo de vendas.

A rede credenciada em Campo Grande informou que recebeu a notícia sobre a suspensão na manhã de hoje, mas ressaltou que o atendimento aos clientes continua normal. Em todo o país, 149 mil beneficiários tinham um dos produtos suspensos.

Já a Postal Saúde, que atende os empregados do Correios, teve a venda de um produto suspensa. O plano CorreiosSaúde II atende 308 mil beneficiários no país.

Não há informações de quantos beneficiários existem em Mato Grosso do Sul, mas a ANS garante que nenhum será prejudicado, já que as operadoras são obrigadas a continuar oferecendo cobertura para os clientes.

Suspensão

A suspensão faz parte do Programa de Monitoramento da Garantia de Atendimento, que avalia a cada três meses os planos com base em reclamações de clientes sobre questões como cobertura assistencial, prazo máximo de atendimento e rede de atenção, entre outras.

A suspensão é temporária e pode ser revertida. Vinte e sete planos de dez operadoras, que haviam sido suspensos em avaliações anteriores, conseguiram melhorar seu atendimento e tiveram autorização para voltar a ser comercializados.

Confira as empresas afetadas: Salutar Saúde Seguradora, Unimed Manaus, Unimed Norte/ Nordeste, AMI - Assistência Médica Infatil, Agemed Saúde S.A., Alvorecer - Associação de Socorros Mútuos, Promed Assistência Médica LTDA, Unimed Vale do Aço Cooperativa de Trabalho Médico, Ameplan Assistência Médica Planejada LTDA, Postal Saúde Caixa de Assistência e saúde dos empregados dos Correios e Coopus Planos de Saúde LTDA.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 18 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Quarta, 17 de Julho de 2019
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)