Cassilândia, Terça-feira, 22 de Maio de 2018

Últimas Notícias

18/03/2012 18:11

Com dez, São Paulo vence o Santos

FPF

Num clássico emocionante, pela 14ª rodada do Paulistão Chevrolet 2012, na tarde deste domingo (18), no Morumbi, o São Paulo venceu o Santos por 3 a 2.

Com a vitória, o Tricolor assumiu a vice-liderança da competição, com 31 pontos, enquanto o Santos está na quarta posição, com 27.

Jogando em casa, o São Paulo começou a partida buscando mais o ataque. A primeira chance do Tricolor veio aos oito minutos, no arremate de fora da área de Lucas que passou por cima do travessão.

No minuto seguinte, o São Paulo abriu o placar. Casemiro avançou pelo meio e soltou uma bomba de fora da área. A bola desviou em Edu Dracena e enganou o goleiro santista, que nada pôde fazer para evitar o primeiro do Tricolor no Morumbi.

Com toques rápidos no ataque, o São Paulo ditava o ritmo da partida, e voltou a assustar o goleiro Rafael no cabeceio de Paulo Miranda que Fucile afastou. Aos 16, em nova cobrança de escanteio, Paulo Miranda se antecipou e cabeceou para grande defesa do arqueiro santista.

Numa bonita jogada do ataque tricolor, Luís Fabiano serviu Casemiro dentro da área e o volante ficou na boa para fazer o segundo, mas parou na grande intervenção de Rafael. Errando muitos passes, o Santos sofria com os sucessivos ataques são-paulinos. Num deles, aos 23, Lucas tocou da direita para Jadson, que fez o corta-luz para Cícero chegar batendo e acertar a rede pelo lado de fora.

A primeira chance do Peixe no jogo só veio aos 31 minutos. Após bate-rebate na área, Borges pegou de primeira e acertou o ângulo do goleiro Dênis, que voou e salvou o São Paulo. Depois, no contra-ataque, Jadson recebeu de Lucas e bateu por cima do gol.

O Santos voltou para o segundo tempo com Elano no lugar de Ibson. A mudança deu resultado e logo aos seis minutos, após cobrança de escanteio, Edu Dracena aproveitou vacilo de Dênis e empatou a partida para o Peixe. Em seguida, Rodrigo Caio fez falta dura em Neymar, levou o segundo amarelo e foi expulso, deixando o time da casa com dez jogadores em campo.

Precisando recompor a defesa, Leão colocou Piris na vaga de Jadson. Aos 12, Luís Fabiano recebeu em profundidade e tocou na saída de Rafael, mas a bola passou à direita do gol. Cinco minutos depois, Piris cruzou na área e Fucile quase fez contra, mas contou com a sorte e o desviou passou próximo da trave.

Aos 19, Lucas fez ótima jogada individual e tocou para Luís Fabiano, que driblou Rafael e foi derrubado pelo arqueiro santista. Na cobrança da penalidade, o próprio Luís Fabiano bateu com categoria para recolocar o Tricolor na frente do placar. Três minutos depois, Neymar balançou na frente da marcação e bateu no alto para brilhante defesa de Dênis.

Tentando buscar a igualdade, Muricy Ramalho tirou o lateral esquerdo Paulo Henrique e colocou o atacante Alan Kardec em seu lugar. Aos 32, Casemiro cochilou e perdeu a bola na defesa, Alan Kardec serviu Neymar dentro da área, ele fintou Dênis e tocou rasteiro para deixar tudo igual novamente no Morumbi.

Quando tudo se encaminhava para o empate, o time da casa conseguiu o gol da vitória. Aos 41, Casemiro deu ótimo lançamento para Lucas, que cruzou para Cortês acertar a trave. No rebote, a bola voltou para Lucas empurrar para as redes e fazer a alegria dos torcedores são-paulinos presentes no Morumbi.

O São Paulo visita o Mirassol na próxima rodada, enquanto o Santos recebe o Bragantino.

Ficha Técnica:

São Paulo 3 x 2 Santos

Árbitro: Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza
Assistentes: Alberto Poletto Masseira e Alex Alexandrino
Assistentes Adicionais: Luiz Flávio de Oliveira e Raphael Claus
Quarto árbitro: Adrino de Assis Miranda
Local: Estádio Cícero Pompeu de Toledo, Morumbi, em São Paulo
Data: 18 de março, às 16h

São Paulo: Dênis; Rodrigo Caio, Paulo Miranda, Rhodolfo e Cortez; Denílson, Casemiro, Cícero e Jadson (Piris); Lucas e Luis Fabiano (Edson Silva).
Técnico: Emerson Leão.

Santos: Rafael; Fucile, Edu Dracena, Durval e Paulo Henrique (Alan Kardec); Adriano (Felipe Anderson), Arouca, Ibson (Elano) e PH Ganso; Neymar e Borges.
Técnico: Muricy Ramalho.

Gols: Casemiro (SPO), aos 9’ 1T, Edu Dracena (SAN), aos 6’ 2T, Luís Fabiano (SPO), aos 19’ 2T (pênalti), Neymar (SAN), aos 32’ 2T, Lucas (SPO), aos 41’ 2T.

CA: Ibson, Adriano, Durval, Paulo Henrique, Rafael (SAN), Rodrigo Caio (SPO).

CV: Rodrigo Caio (SPO).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 21 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Domingo, 20 de Maio de 2018
15:18
Cassilândia/Itajá
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)