Cassilândia, Quinta-feira, 14 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

10/01/2006 10:07

Com crise na agropecuária, falências crescem 9,09% em MS

Paulo Fernandes/Campo Grande News


De 1º de janeiro de 2005 a 31 de dezembro daquele ano, a quantidade de falências em Mato Grosso do Sul cresceu 9,09% em relação a 2004, passando de 55 para 60. Os dados são da Jucems (Junta Comercial do Estado de Mato Grosso do Sul). Segundo o presidente da Junta, Ademir Osiro, os números refletem a crise na agropecuária, agravada principalmente com a confirmação do foco de febre aftosa na região Sul do Estado.

Os resultados da pecuária e da agricultura refletem diretamente no comércio em Mato Grosso do Sul. Segundo Osiro, a crise na agropecuária surpreendeu o setor de comércio que, segundo ele, conquistaria resultados melhores que os de 2004, não fosse a descoberta da aftosa. “Os resultados foram ruins nos últimos três meses do ano, depois da notícia da aftosa”, disse. O mês de outubro de 2005 foi o pior dos últimos dois anos em termo de constituições de empresas: 388 empresas foram estabelecidas, enquanto em outubro de 2004 foram 520. A redução foi de 25,39%.

Nos meses seguintes também houve diminuição na constituição de empresas em comparação com iguais períodos de 2004. Em novembro de 2005 foram constituídas 438 empresas contra 483 em novembro de 2004; e em dezembro de 2005 foram 410 empresas constituídas contra 446 no último mês do ano anterior. No ano passado, houve uma redução de 2,73% na quantidade de empresas constituídas em relação a 2004. O número de empresas constituídas passou de 6300 para 6128.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)