Cassilândia, Sábado, 03 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/05/2006 10:05

Com bloqueios impedidos, produtores refazem estratégia

Fernanda Mathias / Campo Grande News

A partir da decisão do juiz Ricardo César Galbiati da segunda Vara de Fazenda Pública, de conceder liminar ao governo do Estado para que tenha reintegração de posse de agências fazendárias e rodovias estaduais, bloqueados por produtores, os integrantes do movimento Alerta no Campo estarão reunidos hoje às 9 horas no auditório da Famasul (Federação da Agricultura de Mato Grosso do Sul) para rediscutir as estratégias do movimento, segundo a diretora da Federação e integrante do Fórum Permanente de Acompanhamento do Movimento, Teresa Cristina Corrêa da Costa.

“Isso não nos desmobiliza, só muda nossas estratégia, como temos reafirmado. O movimento só acaba quando formos ouvidos”, diz. Para que isso ocorra e que sejam revistas às posições do movimento, representantes dos 63 sindicatos rurais ativos foram convocados para a reunião desta manhã.

Até ontem, o movimento tinha adesão de 60 municípios e 30 Agenfas foram bloqueadas, segundo Teresa. Ela afirma que ontem, em reunião com o governador de Mato Grosso do Sul, Zeca do PT, o governador disse que seria porta-voz da categoria em Brasília (DF).

O procurador-geral do Estado, Rafael Coldibelli, disse que a Famasul será notificada da decisão, que prevê multa de R$ 20 mil diários, em caso de desobediência, e disse que a idéia do governo é de adotar uma postura pacífica, sem empregar força policial para que a decisão seja cumprida.

Na semana passada, o movimento já havia sofrido um baque, com a decisão da justiça federal impedindo os bloqueios nas estradas federais. Ainda assim, a BR-163, onde os agricultores se reuniram com representantes da Comissão de Agricultura da Câmara Federal, foi temporariamente bloqueada ontem em São Gabriel do Oeste.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 02 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
Quinta, 01 de Dezembro de 2016
11:00
Mundo Fitness
10:00
Receita do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)