Cassilândia, Quarta-feira, 12 de Agosto de 2020

Últimas Notícias

24/06/2020 17:00

Com aumento de casos, 1 a cada 3 leitos de UTI para Covid-19 está ocupado em MS

Titular da SES destacou mais uma vez que liberação de leitos de UTI é lenta devido ao longo período de internação de pacientes graves

Midiamax
Com aumento de casos, 1 a cada 3 leitos de UTI para Covid-19 está ocupado em MS

O boletim epidemiológico do novo coronavírus desta quarta-feira (24) apresentou que 33% dos leitos públicos de UTI reservados para pacientes com Covid-19 já está ocupado. São 65 internações na rede pública, que incluem casos confirmados e suspeitos da doença.

O titular da SES (Secretaria de Estado de Saúde), Geraldo Resende, pontuou mais uma vez que o aumento da taxa de ocupação ocorre principalmente porque o tempo médio de internação em UTI de pacientes com Covid-19 é mais longo que o comum, podendo perfazer semanas. Assim, a liberação é menor que a demanda por internação.

“Há pacientes que ficam meses internados”, comentou. “Quando pedimos para que as pessoas fiquem em casa é por isso, para garantir que as pessoas infectadas tenham o direito de serem tratadas, para que o acolhimento não entre em colapso”, pontuou.

Em relação aos leitos clínicos, a taxa de ocupação é menor: 14%, referente a 93 pacientes internados na rede pública. O boletim aponta, ainda, que há 670 leitos clínicos públicos em MS, com 232 em processo de ampliação, além de 138 clínicos pediátricos que deverão ser incrementados em mais 14.

Em relação aos leitos de UTI públicos disponíveis, são 199, atualmente, considerando que alguns municípios desabilitaram leito específico para Covid-19. Outros 50 leitos de UTI estão em processo de ampliação.

Os dados da SES, que são fornecidos pelas centrais de regulação das 4 macrorregiões de Mato Grosso do Sul, apontam que Campo Grande tem 18 internados em leitos clínicos SUS, 20 em UTI SUS, 19 em clínicos privados e 18 em UTI privadas. Dourados tem 31 clínicos SUS, 24 UTI SUS, 14 clínicos privados e 10 UTI privados.

Três Lagoas vem na sequência com 5 internações em leitos clínicos SUS e 3 em UTI também SUS, e um paciente em leito clínico privado. Em Corumbá, por fim, só há registro de 6 internações em leito clínico e 2 em UTI – ambos públicos. Dois pacientes de outros estados ocupam leitos clínicos da rede privada.

Taxa de ocupação global
Já a taxa de ocupação global de leitos de UTI públicos por macrorregião apresenta que Campo Grande tem 64% deles ocupados: são 212 leitos, dos quais 9% ocupados por pacientes com Covid-19, 3% com casos suspeitos e 52% com outras enfermidades.

Em Dourados, a taxa global é de 53%, com 35 internações: 9% são pacientes Covid-19, 6% casos suspeitos e 29% outras enfermidades. Três Lagoas tem 44% da taxa global, com350 leitos SUS disponíveis: 9% tem Covid-19, 6% são suspeitos e 29% outras enfermidades.

A maior taxa de ocupação global é de Corumbá, que chegou a atingir 95% na semana passada. Nesta quarta, o índice está em 70% dos leitos de UTI SUS disponíveis, referente a 20 leitos – 10% está com pacientes com Covid-19, 10% com casos suspeitos e metade com outras enfermidades.

O boletim epidemiológico da Covid-19 desta quarta-feira (24) trouxe 417 novos casos, elevando o total de confirmações a 6.201 em MS. Destes, 2.934 estão recuperados e 3.041 em isolamento domiciliar. São 170 casos confirmados internados. 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 11 de Agosto de 2020
09:00
Santo do Dia
Segunda, 10 de Agosto de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)