Cassilândia, Terça-feira, 12 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/06/2016 07:45

Com atraso no plantio e problemas climáticos, 5 cidades de MS começam colheita

Midiamax

As condições climáticas nada favoráveis estão prejudicando a produção de grãos em Mato Grosso do Sul. Dados do Siga/MS (Sistema de Informação Geográfica do Agronegócio) apontam que algumas propriedades de cinco municípios do Estado começaram a colheita do milho safrinha. Mas, a expectativa da produção não é boa porque o plantio foi prejudicado pelo excesso de chuvas.

A área plantada neste ano aumentou apenas 0,58% em relação a safra passada, que passou de 1,73 milhões de hectares para 1,74 milhões de hectares. O grão que começou a ser plantada tardiamente foi impactado pela ‘chuvarada’ do início do ano, e a expectativa é que a produção diminua 22,5% comparado ao ano passado, alcançando 7,099 milhões de toneladas na safra 2015/2016.

Algumas propriedades de Sidrolândia, Ponta Porã, Dourados, Amambaí e Naviraí já iniciaram a colheita.

Clima

O excesso de chuvas, ocorrido entre o fim da safra da soja e início do milho 2ª safra, prejudicou a produção. Da área total estimada, 3% não foi plantada.

Ainda segundo levantamento do Siga, algumas áreas plantadas foram perdidas devido ao excesso de umidade. Em Bandeirantes, 80 hectares foram prejudicados pela ocorrência de precipitação em forma de granizo.

Outras áreas foram plantadas após o dia 10, devido à impossibilidade do plantio dentro do período caracterizado pelo Zoneamento Agroclimático para o estado, que nesta safra ultrapassou 39% do total da área plantada no estado.

Em abril, a estiagem foi o problema, ultrapassando 20 dias, em um período onde grande parte das lavouras encontra-se em estágio reprodutivo, necessitando de água para seu desenvolvimento.

Doenças

Na região norte, há incidência baixa de mancha branca (Phaeosphaeria maydis) nos municípios de Chapadão do Sul, Costa Rica, São Gabriel do Oeste e Sonora, onde também tem incidência de lagarta-do-cartucho. Na região sudoeste, a doença ataca algumas propriedades de Dourados e Ponta Porã, onde também ocorre a mancha foliar. Em Itaporã, algumas propriedades têm incidência de lagarta-do-cartucho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)