Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

18/03/2008 14:09

Com alerta, senador provoca polêmica na CPMI dos Cartões

O senador Álvaro Dias (PSDB-PR) provocou uma polêmica na CPMI (Comissão Parlamentar de Inquérito Mista) que investiga o uso indevido dos cartões corporativos do governo federal, agora há pouco, ao advertir os membros da comissão para uma “farsa” montada para impedir a efetiva investigação dos fatos. Depois do alerta e de ameaçar reações duras da oposição, recebeu críticas dos governistas.

O senador tucano repetiu as reclamações que já vinha fazendo nos últimos dias, inclusive cogitando o abandono da CPI pela oposição e denúncia à imprensa sobre uma suposta intenção do governo de barrar as apurações. “Não podemos participar de uma farsa”, disse Álvaro Dias, acrescentando que o governo não tem interesse de dar transparência aos gastos com cartões corporativos. Ele afirmou, ainda, que a base aliada não quer permitir a aprovação de requerimentos para quebra de sigilos fiscal, bancário e telefônico de pessoas acusadas de desvios de verbas com cartões.

A reação dos governistas foi imediata. O relator da CPMI, deputado federal Luiz Sérgio (PT-RJ), disse que as quebras de sigilo devem ser definidas com base em indícios fortes de irregularidades para não haver constrangimentos e injustiças com pessoas inocentes. E citou duas decisões do STF (Supremo Tribunal Federal) as quais recomendaram que as quebras “não se transformem em devassa indiscriminada de dados”, nem que se façam “com base em matéria jornalística”. “A CPMI tem que investigar, tem que apurar, mas não pode atropelar preceitos constitucionais”, argumentou Luiz Sérgio.

O deputado federal Maurício Quintella (PR-AL), da base aliada, concordou e protestou contra as palavras de Álvaro Dias: “Quando ele (Dias) faz essas colocações, ele acusa a base do governo de querer transformar a CPMI numa farsa. A base não se opôs ao convite dos ministros que virão depor na CPMI. Além disso não houve até agora nenhum requerimento com finalidade de quebras de sigilo. Não vejo nas argumentações do senador nenhuma verdade”.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)