Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

02/10/2016 22:15

Com 36 eleitos, PSDB cresce enquanto PT fica no zero e amarga derrocada

Ricardo Campos Jr., Campo Grande News

O PSDB conseguiu eleger 36 prefeitos em Mato Grosso do Sul neste domingo (2), o que corresponde a 45,56% dos municípios do estado. Isso sem levar em conta que o partido de Reinaldo Azambuja também vai disputar o segundo turno em Campo Grande com Rose Modesto, que teve 113.738 votos, o que corresponde a 26,62% votos válidos.

Em contrapartida o pleito consolidou a derrocada do PT, que não elegeu um gestor sequer.

Levando em consideração o resultado das eleições de 2012, a legenda tucana aumentou em 200% o número de prefeituras, já que na disputa anterior havia conseguido vencer em apenas 12 municípios, levando em conta os eleitos filiados na época.

Além dos números obtidos nas urnas, o PSDB saiu vitorioso nos principais colégios eleitorais do estado, com exceção de Dourados, a 233 quilômetros da Capital, onde Délia Razuk (PR) venceu Geraldo Rezende (PSDB) com 39,82% dos votos válidos.

Em Três Lagoas, o deputado estadual Ângelo Guerreiro teve 59,11% dos votos válidos, bem a frente do segundo colocado Jorge Martinho (PSD), que obteve 34,79% dos votos.

Ruiter Cunha (PSDB) venceu o atual prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PDT), que tentava a reeleição. O tucano obteve 46,41% dos votos válidos enquanto o adversário conseguiu 41,41%.

Em Nova Andradina, colégio eleitoral de porte médio do estado, o partido do atual governador amargou derrota por uma pequena margem. Gilberto Garcia (PR) bateu Roberto Hashioka por 27 votos.

Derrocadas – O PMDB, que na eleição passada conseguiu eleger 23 prefeitos, este ano só conseguiu 17 municípios, enquanto o PT não teve nenhum eleito. O número repete projeção na quantidade de candidatos que eles lançaram para a disputa neste ano.

De 2012 a 2016, o Partido dos Trabalhadores ainda sofreu uma debandada dos eleitos. Segundo o presidente regional do PT, Antônio Carlos Biffi, foram eleitos 14 prefeitos, mas oito deixaram o partido, restando seis. Já em 2014, após o partido ser derrotado na disputa pelo governo do Estado, lideranças apontavam uma onda antipetista em Mato Grosso do Sul.

Na lista de quem partiu aparece nomes como do prefeito de Corumbá, Paulo Duarte (PT), que trocou o PT pelo PDT após 16 anos de militância e do prefeito de Rio Verde de Mato Grosso, Mário Kruger, que tinha histórico de 14 anos no PT.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)