Cassilândia, Quarta-feira, 23 de Maio de 2018

Últimas Notícias

05/01/2016 15:30

Com 27 instituições, Comitê Estadual de Combate à Dengue iniciará monitoramento

Campo Grande News

Com a participação de 27 instituições e órgãos públicos, como o Ministério Público Estadual, Polícia Rodoviária Estadual e Rotary Clube, o Comitê Estadual de Combate a Dengue, criado em dezembro, será lançado na próxima quinta-feira (7) pelo governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja (PSDB) e pelo ministro da Saúde, Marcelo Castro.

O objetivo do Comitê será o de prestar auxílio nas ações de monitoramento da doença junto aos municípios. O grupo dará ênfase aos locais com focos ou propícios a formação de ambiente favorável a disseminação do Aedes aegypti. Durante o lançamento será apresentado o plano de ação e as designações do grupo, que terá uma sala específica na Secretaria de Saúde.

O local será um centro de controle das informações repassadas pelos agentes de saúde que estiverem em campo. Eles utilizarão 260 tablets (doados pela Receita Federal). Em princípio, o monitoramento ocorrerá nos municípios de São Gabriel Do Oeste, Maracaju, Bataguassu, Bonito, Costa Rica e Taquarussu, que apresentam grande número de focos.

De acordo com a assessoria da Secretaria de Saúde, desde esta segunda-feira (4), as equipes de vetores já estão capacitando os agentes que irão atuar no Comitê, além de atualizar o método de operação e apresenta o sistema que será utilizado para o monitoramento. Não houve custos para a implantação do grupo.

Epidemia - A epidemia de dengue, zika vírus e febre chikungunya em diversos municípios de Mato Grosso do Sul, foi a grande motivação para o governo estadual criar o Comitê, que vai integrar a força-tarefa para combate, controle, prevenção e redução do Aedes aegypti.

A resolução que dispõe sobre o comitê foi publicada no Diário Oficial de 21 de dezembro de 2015 e a justificativa para sua criação foi baseada na situação de epidemia no Estado e a emergência decretada pelo governo federal quanto aos casos de microcefalia, que já somam mil em todo o país, detectados em bebês nascidos no Nordeste e que tem relação, já comprovada com o Zika vírus.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 23 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Terça, 22 de Maio de 2018
10:00
Receita do dia
Segunda, 21 de Maio de 2018
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)