Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

23/09/2016 14:50

Coluna Amplavisão: "Partidos nanicos transferem votos?"

Manoel Afonso

PESQUISA Polêmico o debate sobre seu peso. Se tiver credibilidade influencia uma parcela mínima do eleitorado. Mas pode ser vista apenas como uma informação sobre o cenário atual. O problema é como esses dados são colocados na mídia e nas campanhas.

EFEITOS Naturalmente, estimulam as candidaturas em ascensão, bem postadas. Na outra ponta, as coordenações das candidaturas em desvantagem, passam a viver sob pressão - o que pode influenciar negativamente na sua militância inclusive.

MEMÓRIA Nos pleito municipal de 2012 em Campo Grande, os resultados das pesquisas não encontraram ressonância nas urnas. A saia justa foi geral e as pesquisas passaram a ser vistas com ceticismo ou no mínimo com reservas. Ficou esse estigma.

REPETECO Nas últimas eleições estaduais a situação se repetiu, onde os números inflados de pesquisas apontavam vitória de Delcídio do Amaral ainda no 1º turno. O fato virou ‘jurisprudência’ para quem contesta os números das pesquisas deste pleito.

COMPLICADO A coordenação da candidata Rose Modesto (PSDB) trabalha com vigor em cima desse legado das pesquisas anteriores, para questionar principalmente os resultados do último trabalho efetuado pelo IBOPE/TV Morena. Garra não tem faltado.

MARQUETEIROS Seriam eles os tais ‘saberetas’? Além de pensar pelos candidatos, exageram e produzem planos, quando deveriam só lidar com a linguagem das ideias e propostas. Botam muita perfumaria no ar como se fosse anúncio de sabonete.

A QUESTÃO é o ‘prato do dia’ no cenário eleitoral . O eleitor tira o uniforme de ‘técnico da seleção de futebol’ e assume naturalmente o plantão como analista político. E nesta hora ouve-se opiniões e teorias diversas - da lógica a fértil imaginação.

‘NANICOS’ Qual seria o rumo deles no 2º turno na nossa capital? O caminho destes pequenos partidos será decidido com base na questão ideológica, histórica – ou segundo os interesses de seus dirigentes - de olho em cargos na administração futura?

INDÍCIOS já podem ser observados na propaganda e nos debates entre os candidatos. Se os políticos são práticos nas suas decisões e posturas, não há como esperar que eles decidissem pelo inferno no lugar do paraíso. Não há lugar para inocentes neste cenário.

NEGOCIAR é a palavra chave nestes casos. O estoque de vantagens é imenso. Vai de promessa de cargos até a participação nas eleições de 2018. Mas fica a pergunta chata: “Qual o real poder de fogo de transferência de votos destes candidatos nanicos?”

CONFRONTO É prioridade do PSDB vencer na capital, Dourados, Corumbá e Três Lagoas para garantia do peso político do governador Reinaldo Azambuja, que vem esbanjando fôlego nesta maratona para prestigiar candidaturas no interior. Um leão.

SEPARAÇÃO Na teoria, o sucesso da chapa majoritária estaria vinculada ao êxito dos candidatos da chapa proporcional. Nas eleições municipais esses dois desempenhos são distintos, pois o candidato a vereador transfere pouco prestígio ao candidato a prefeito.

O CANDIDATO a vereança é um eterno descontente. Na campanha reclama dizendo-se discriminado pela falta de dinheiro e material. Se eleito, se posta de senhor da razão porque teria sido eleito por méritos próprios. Aí ele fica impossível. Insuportável até.

RISCOS Candidatos a prefeito e a vereança devem ler com atenção as decisões do nosso Tribunal de Contas. Recentemente, prefeitos, vereadores e gestores de várias cidades foram condenados a devolverem mais de R$ 663 mil por irregularidades.

BASTA! A população que assiste aos estouros de escândalos envolvendo dinheiro público – é a mesma que clama por melhor saúde, segurança e educação. Se a Lava Jato e o Tribunal de Contas da União atuam lá em cima, o MPE e o TCE-MS atuam aqui.

ANTENADA Além de participar da ação corporativa junto Planalto para fortalecer a nossa política industrial, a FIEMS acompanha de perto o cenário eleitoral no Estado. O seu presidente Sérgio Longen dando assim maior visibilidade a entidade. Sinal verde.

CONVIDO principalmente os funcionários públicos concursados, petistas ou não, após tanto sacrifício estudando, a refletirem sobre a frase ‘sabia’ do ex-presidente Lula: “Mesmo o político ladrão é mais digno que um funcionário público concursado”.

O DESESPERO vai tornando Lula cada vez mais raivoso em suas manifestações e coloca inclusive companheiros de saia justa. Aqui o candidato a prefeito Alex do PT tem evitado colocar no ar as inserções com Lula no seu horário eleitoral. Ruim hein!

EPOPÉI A Grávida de Lourdes Fragelli, Maria Constança filha do governador Pedro Celestino (MT), saia de Cuiabá de barco até Corumbá - e de trem para Aquidauana - onde a família tinha fazenda. Isso em 1922. Época de dificuldades que mostraram a saga de mulheres fortes como foi Lourdes Fragelli, falecida nesta ultima 5ª. feira.

LAÇOS Já notaram? Os laços que nos uniam a Cuiabá vão desaparecendo com a morte de personagens políticos e culturais comuns as duas capitais. Casos do poeta Manoel de Barros e dos ex-governadores Arnaldo Estevão Figueiredo e José Fragelli. É pena.

FINALMENTE... o sistema mundial de transporte da Uber chega a Campo Grande, até então refém de um antigo grupo proprietário de táxis. O Uber é mais barato e moderno. Mais uma derrota do PT que através do deputado João Grandão tentou proibir o Uber.

BANCÁRIOS Tenho apreço pela classe, mas ela está condenada a desaparecer por conta da tecnologia que reduz custos operacionais. Se na sociedade o que conta é o lucro, tal como na Revolução Industrial, será preciso buscar outras alternativas.

“Uma eleição é feita para corrigir o erro da anterior, mesmo que o agrave”. ( Carlos Drummond)

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)