Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

13/10/2006 19:59

Collor visita Senado

24horasnews

Mesmo com o Congresso Nacional vazio depois do feriado, o ex-presidente Fernando Collor de Mello (PRTB), senador eleito pelo Estado de Alagoas, causou tumulto na manhã desta sexta-feira ao visitar pela primeira vez o Senado Federal desde que foi eleito.

De mãos dadas com a mulher, Caroline Medeiros, Collor visitou o plenário do Senado, o corredor das comissões e o gabinete do senador Eduardo Siqueira Campos (PSDB-TO), considerado um dos mais bem localizados no Senado.

Cercado por jornalistas, Collor não quis dar entrevista. Disse apenas que estava visitando o futuro local de trabalho, mas evitou comentar seu apoio à reeleição do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). O senador eleito também não quis responder sobre a visita ao Congresso que, há 14 anos, aprovou pedido de impeachment da Presidência da República.

Visita técnica

O diretor-geral do Senado, Agaciel Maia, disse que Collor fez uma visita técnica apenas para conhecer as dependências da Casa Legislativa. "Não só ele como pelo menos cinco dos 27 senadores que foram eleitos já me procuraram para conhecer o Senado", disse.

Segundo Agaciel, Collor terá direito a apartamento funcional em uma quadra residencial na Asa Sul, como todos os senadores, mas ainda não decidiu onde vai morar. A Folha Online apurou que Collor não pretende morar na Casa da Dinda, onde viveu no período em que ocupou a Presidência da República, e deve optar por um apartamento mais próximo ao Senado.

O diretor do Senado disse que Collor também não terá prioridade na escolha de seu gabinete, uma vez que as regras da Casa Legislativa determinam que os senadores com maior número de mandatos têm preferência. Em seguida, estão os que já ocuparam uma cadeira no Senado e, por fim, ex-presidentes da República ou ex-deputados federais.

Apesar das formalidades, muitos senadores que deixam a Casa repassam os gabinetes a parlamentares aliados que chegam do mesmo Estado --acordo que Collor não poderá fazer com a senadora Heloísa Helena (PSOL-AL), a quem vai substituir no Senado.

Ela adiantou que pretende repassar o gabinete a outro parlamentar, de quem não divulgou o nome, para evitar que Collor ocupe o seu antigo local de trabalho.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 09 de Dezembro de 2017
09:09
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)