Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

24/06/2016 09:13

Colheita de milho safrinha avança e derruba preço do grão em 24%

Renata Volpe Haddad, Campo Grande News

Com a colheita do milho avançando em Mato Grosso do Sul e aumentando a disponibilidade no mercado interno, os preços do grão caíram 24% no início do mês, atingindo R$ 36,56 a saca.

Em maio, o preço do grão havia subido 170%, passando de R$ 17,57 para R$ 46,63, devido a demanda interna e externa.

Segundo o Informativo Casa Rural, elaborado pelo Departamento Econômico da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de MS), o recuo do dólar também ajudou na queda do preço do milho.

O analista econômico da instituição, Luiz Gama, explica que a redução é a variação cambial do período de junho. "Do começo do mês até esta semana, o dólar recuou 6,2%, atingindo R$ 3,39, considerando que o câmbio é uma das principais variáveis na formação do preço interno".

De acordo com os dados da Aprosoja/MS (Associação dos Produtores de Soja de MS), até o momento, a colheita de milho no Estado avançou 6%, ou seja, alcançando 88,6 mil hectares do 1,74 milhão de hectares previstos para a atual temporada.

Apesar da queda em junho, o valor do milho contabiliza uma alta nominal de 145% em comparação a junho de 2015, período em que a commodity era vendida a R$ 17 a saca.

Para Gama, essa alta também é explicada pelo dólar, entretanto no sentido inverso, considerando que a moeda americana hoje vale mais que no ano passado, trazendo competitividade ao produto no mercado internacional.

Com isso, em 2016 houve um forte crescimento nas exportações do setor. "Entre janeiro e maio deste ano, os embarques internacionais do setor atingiram 1,2 milhão de toneladas, contra 371 mil toneladas vendidas no mesmo período do ano passado, o que representa um crescimento de 229%", salienta.

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)