Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

23/03/2004 16:49

Coleta seletiva de lixo poderá ser obrigatória

Agência Câmara

A Câmara avalia projeto (PL 2929/04) que torna obrigatória a coleta seletiva de lixo em locais públicos com movimentação de pessoas superior a 1.000 indíviduos por dia. Entre os locais que ficariam obrigados a fazer coleta estão aeroportos, rodoviárias, teatros, cinemas, estádios, centros comerciais, escolas e hospitais. Os edifícios de apartamentos com mais de 50 unidades; repartições públicas e empresas privadas com mais de 300 trabalhadores; e bares e restaurantes em que o afluxo de pessoas superior a 500 pessoas por dia; também estariam obrigados a promover a coleta seletiva de lixo.
O autor do projeto, deputado Jefferson Campos (PMDB-SP), explica que o objetivo é conscientizar o público sobre a necessidade de reutilizar os resíduos sólidos, reduzindo a poluição do meio ambiente. Para isso, os responsáveis pela sua manutenção devem realizar campanhas de educação. "A realização de serviços ambientalmente adequados de limpeza urbana é imprescindível para a vida saudável da população", diz Campos.

Lixeiras coloridas
A proposição define ainda que o sistema padrão de coleta deverá dispor de seis recipientes identificados da seguinte maneira: azul para papel; verde para vidros; vermelho para plásticos; amarelo para metais; marrom para orgânicos; e cinza para outros resíduos.
A coleta seletiva significa bem mais que implantar lixeiras coloridas em alguns locais, adverte Jefferson Campos. É preciso, segundo ele, discutir a destinação dos resíduos. "Não adianta nada separar materiais recicláveis antes de saber que destino dar a eles. Depois, há que estudar a operação do sistema de coleta seletiva e, por fim, elaborar um programa de educação ambiental, que permitirá sua correta e eficaz utilização pelo público", resume.

Tramitação
A matéria está sendo analisada por uma comissão especial e tramita apensada ao PL 203/91, que define critérios sobre a coleta e o tratamento dos resíduos de serviços de saúde. Se as propostas forem aprovadas, as matérias serão examinadas ainda pelo Plenário da Câmara.



Reportagem - Érica Amorim
Edição - Natalia Doederlein

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 19 de Fevereiro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 18 de Fevereiro de 2017
Sexta, 17 de Fevereiro de 2017
20:33
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)