Cassilândia, Terça-feira, 17 de Outubro de 2017

Últimas Notícias

29/06/2013 16:49

Colegas de profissão e alunos de delegado morto cobram punição para crime

Campo Grande News/ Aline dos Santos e Giselli Figueiredo

Colegas de profissão e alunos do delegado aposentado Paulo Magalhães, de 57 anos, assassinado na última terça-feira, se uniram hoje em manifestação por Justiça.

“A categoria perdeu um grande companheiro. Estamos buscando atenção da Justiça. Os responsáveis precisam ser descobertos e presos”, afirma a delegada Regina Márcia Rodrigues, amiga de Paulo há 20 anos. Ela lembra que ele sempre lutou contra a corrupção.

Aluno do delegado, que também era advogado e professor universitário, Jordão Aguiar Santana assegura que os ideais do mestre não serão esquecidos. “Protestamos contra a corrupção, violência e impunidade”, diz.

O grupo se concentrou nos altos da avenida Afonso Pena, no Parque das Nações, e seguiu para a Praça do Rádio. Paulo Magalhães foi executado a tiros enquanto esperava que a filha de 11 anos saísse da escola. O crime foi na rua Alagoas, próximo à Rua da Paz, no Jardim dos Estados, em Campo Grande. No total, seis tiros de pistola 9 mm atingiram Paulo.

Hoje, a menina participa da mobilização. Na camiseta dos amigos, uma mensagem de coragem: “Os covardes morrem várias vezes antes da sua morte, mas o homem corajoso experimenta a morte apenas uma vez”.

No site da ONG Brasil Verdade, a qual presidia, Paulo Magalhães divulgou que respondia a 21 ações criminais e 8 cíveis sob a alegação de calúnia e difamação contra servidores públicos federais e estaduais. Com a sua morte, a família encerrou a página.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 17 de Outubro de 2017
Segunda, 16 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Domingo, 15 de Outubro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)