Cassilândia, Sábado, 16 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

01/02/2007 08:41

CNJ suspende pagamento de gratificações a juízes

Agência Brasil

Depois de limitar o salário do Judiciário Estadual a R$ 22.111,25, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) cortou gratificações pagas a servidores e magistrados em sete estados. Por meio de liminares, o CNJ decidiu abrir Procedimentos de Controle Administrativo (PCA) e mandou suspender adicionais que extrapolavam o teto nos Tribunais de Justiça (TJs) do Acre, Amapá, Mato Grosso, Maranhão, Minas Gerais, Paraíba e Rio Grande do Norte.

Somente na próxima sessão do Conselho, no dia 13 de fevereiro, será definido o procedimento em relação a mais oito tribunais onde foram constatadas irregularidades nas gratificações de juízes e funcionários: os do Distrito Federal, de Mato Grosso do Sul, do Pará, do Rio Grande do Sul, do Rio de Janeiro, de Rondônia, de Santa Catarina e de São Paulo.

Apesar de determinarem o corte de gratificações em todos os TJs julgados hoje (31), o Conselho decidiu manter dois adicionais pagos pelo Tribunal de Justiça de Minas Gerais: a parcela de equivalência e o abono-família. Alguns conselheiros tentaram cortar esses dois benefícios, e a presidente do CNJ e do Supremo Tribunal Federal, ministra Ellen Gracie, desempatou a votação.

Gracie seguiu a recomendação do relator do processo contra o tribunal mineiro, o conselheiro Jirair Menguerian. Ele havia proposto a suspensão apenas do adicional por tempo de serviço que extrapolasse o teto e recomendado a investigação dos outros dois benefícios.

No caso do Tribunal de Justiça do Maranhão, a conselheira Ruth Carvalho, relatora do processo e que havia votado contra o teto de R$ 22 mil, queria o corte de algumas gratificações, mas sem estipular limite máximo nos salários. A maioria dos conselheiros, no entanto, determinou que o bloqueio dos benefícios também levasse em conta o teto.

Em novembro passado, o CNJ divulgou levantamento apontando que 19 Tribunais de Justiça estaduais e o Tribunal Regional Federal (TRF) da 5ª Região (que abrange os estados de Alagoas, Ceará, Paraíba, Pernambuco, Rio Grande do Norte e Sergipe) pagavam salários acima do teto. Ao todo, 2.978 servidores e juízes recebiam mais que o valor máximo fixado pelo Conselho.

Desde então, os TJs de Alagoas, da Bahia, do Paraná e de Roraima, além do TRF da 5ª Região, regularizaram a situação. Com isso, o total de salários superiores ao teto pagos pela Justiça Estadual caiu para 2.857.

Em 2003, a Reforma da Previdência havia estabelecido que o teto dos servidores públicos nos estados equivalesse a 90,25% do salário dos ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), atualmente em R$ 24,5 mil. Com a aplicação do percentual, o salário máximo em nível estadual ficou nos R$ 22.111,25 determinados pelo CNJ.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Quinta, 14 de Dezembro de 2017
21:14
Loteria
10:00
Receita do dia
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)