Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

21/08/2006 18:44

CNJ proíbe contratação de parentes de magistrados

Priscilla Mazenotti/Agência Brasil

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ) estendeu a proibição do nepotismo – contratação de parentes até o terceiro grau – aos cartórios. A medida vai proibir que os cartórios contratem parentes de magistrados que exerçam atividade de fiscalização dos serviços e parentes de qualquer desembargador do tribunal de justiça do estado onde se localizam os cartórios. A resolução deve ser publicada nesta semana.

A decisão acompanha a Resolução nº 7, aprovada pelo CNJ em outubro do ano passado, que proíbe a prática de nepotismo no Poder Judiciário. O conselho classifica de nepotismo o exercício de cargo em comissão ou de função gratificada por cônjuge, companheiro ou parente em linha reta, colateral ou por afinidade, até o terceiro grau, de magistrados ou de servidores com atribuições de direção ou de assessoramento.

A medida foi aprovada pelo presidente da Associação dos Notários e Registradores do Brasil (Anoreg), Rogério Portugal Bacelar. “Como órgão fiscalizador, caso os cartórios tenham parentes, a fiscalização mais rigorosa deixaria de existir por causa dos próprios parentes que estão dentro dos cartórios”, disse.

Ele afirmou que, em alguns cartórios da Região Norte, há funcionários ligados a desembargadores e juízes, mas ressaltou que o número de funcionários que terão de ser desligados de suas funções ainda precisa ser apurado.

Para o diretor-tesoureiro da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Vladimir Lourenço, a proibição da contratação de parentes de desembargadores nos serviços de fiscalização nos cartórios é um avanço “e só reforça essa luta que a sociedade toda tem de que isso seja estendido também para os outros poderes”.

Vladimir Lourenço disse que a fiscalização da medida nos 21 mil cartórios existentes no país poderá ser feita, sem problemas, pelos próprios estados. “Se se estabeleceu a proibição, não é muito difícil fiscalizar essa prática nos cartórios”, afirmou.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)