Cassilândia, Quinta-feira, 01 de Outubro de 2020

Últimas Notícias

26/11/2003 14:51

CNBB avisa que vai se mobilizar contra redução de idade

Cristina Guimarães/ABr

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) vai se mobilizar para que o Congresso Nacional rejeite os projetos que tramitam na Casa propondo a redução da maioridade penal. Existem 58 projetos no Senado e na Câmara que propõem modificações no Estatuto da Criança e do Adolescente. O presidente da CNBB, Dom Geraldo Majella Agnello, afirmou que a redução da maioridade é uma solução fácil para um problema difícil. Para ele, o que está em jogo é a juventude e, por isso, não adianta pensar só na pena, mas sim discutir formas de prevenção da violência.

Em entrevista à imprensa, Dom Geraldo Majella disse que a violência cometida por menores não é caso só de polícia. Segundo ele, os políticos devem ajudar na criação de oportunidades de lazer e na oferta de educação sadia, voltada para valores. Dom Geraldo Majella destacou ainda que há um conjunto de fatores que deveriam ser objeto de reflexão, inclusive o papel da mídia.

Ele disse que é contra a realização de plebiscito para decidir sobre a redução da maioridade penal. Dom Geraldo considera o momento inoportuno, porque o plebiscito iria refletir o calor e a paixão que a sociedade experimenta quanto existe algum crime ou a lembrança de crimes hediondos que aconteceram. "Não vejo por que um plebiscito simplesmente deva ser empregado para a consulta".

Na entrevista, Dom Geraldo Majella confirmou o apoio da CNBB ao Plano Nacional de Reforma Agrária anunciado pelo governo. Dizendo que "o plano é realista", Dom Geraldo destacou que, se houver vontade política do governo e do Legislativo, será simples a implementação do programa. Ele comentou também os recentes episódios envolvendo os idosos e o Ministério da Previdência. Para Dom Majella, foi desagradável para o governo e para os idosos a forma encontrada para o recadastramento dos aposentados com mais de 90 anos. "Espero que essses descuidos não se repitam. Há outros meios que o governo pode adotar para evitar desvio de dinheiro da aposentadoria", afirmou
.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 01 de Outubro de 2020
Quarta, 30 de Setembro de 2020
17:50
Ituiutaba, Minas Gerais: confira o boletim coronavírus desta quarta-feira
11:00
Corrida/Nutrição/Fitness
Terça, 29 de Setembro de 2020
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)