Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

28/09/2004 06:48

CNA quer o Sisbov com adesão voluntária

Shaiana Campelo/ABr

Brasília - O assessor técnico da Confederação Nacional da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA), Paulo Mustefaga, afirmou que os produtores de carne bovina querem que o sistema de identificação e certificação de origem bovina (Sisbov) seja de adesão voluntária, e não obrigatória como é hoje. Os produtores pedem mudanças no sistema alegando prejuízos e dificuldades na sua adoção. A proposta que sugere a adesão facultativa do produtor ao sistema, entre outras questões, já foi encaminhada pela CNA ao Ministério da Agricultura.

Em entrevista hoje ao programa Revista Brasil, da Rádio Nacional, Paulo Mustefaga, afirmou que a imposição do sistema de identificação, pelo Ministério da Agricultura, pode trazer grandes prejuízos à pecuária nacional, já que o custo para implementar o sistema é, em média, de R$ 4 a R$ 8 por animal, dependendo do tamanho da propriedade e do rebanho.

O assessor ressaltou que o sistema onera ainda mais o pequeno produtor, já que ele não tem condições de contratar uma empresa credenciada pelo Ministério da Agricultura para fazer a identificação e a rastreabilidade de seu rebanho. Para ele, o Brasil deveria ter um sistema voltado não só para a exportação, mas também para o mercado interno.

Há hoje cerca de 35 empresas credenciadas pelo Ministério da Agricultura para executar o serviço de rastreabilidade bovina. Mas, segundo Mustefaga, nem todas estão devidamente preparadas e equipadas para atender o produtor rural.

“Temos assistido a um problema na pecuária brasileira, o que é um desestímulo. Os preços da arroba bovina estão defasados. Os custos com a alimentação dos animais e a reforma de pastagens têm subido muito para o produtor. O produtor não tem nenhum benefício com esse sistema. É apenas a imposição de mais um custo que não agrega valor”, afirmou Paulo Mustefaga.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)