Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

11/10/2005 08:15

CNA exalta medidas ágeis no combate ao foco de aftosa

Humberto Marques/Campo Grande News

O presidente do Fórum Nacional Permanente de Pecuária de Corte da CNA (Confederação Nacional da Agricultura), Antenor Nogueira, considera que as medidas tomadas para combater o foco de febre aftosa na região sul de Mato Grosso do Sul foram ágeis, e tal rapidez precisa ser reconhecida pelos exportadores de carne brasileira e entidades fitossanitárias internacionais. “O Brasil demonstrou maturidade no tratamento do assunto”, declarou, ao cobrar das autoridades brasileiras a apresentação desses resultados, de forma a não se prejudicar o comércio da carne nacional em outros mercados, em especial o do produto originário de outras regiões. “Estados como Minas Gerais, Paraná, São Paulo e Santa Catarina, há mais de dez anos, não registram casos de febre aftosa”, lembrou Nogueira.

Apurar como a doença se instalou no rebanho de uma fazenda de Eldorado, em uma área considerada livre da febre aftosa, é o próximo passo a ser tomado pelas autoridades sanitárias, na opinião do presidente do fórum. “Se a culpa for do fazendeiro, que não vacinou seus animais, ele terá de ser punido. Mas toda essa situação ainda precisa ser apurada. O importante é que o episódio foi controlado”, afirmou. De opinião semelhante, o presidente da Famasul (Federação da Agricultura e Pecuária de Mato Grosso do Sul), Léo Brito, cobrou mais recursos do governo federal para a área de proteção e vigilância sanitária, “mas ainda é cedo para culpar o governo federal, o governo estadual ou um só pecuarista”.

Brito crê que a rapidez nas ações tomadas e a transparência com a qual o tema foi tratado farão com que os revezes atuais sejam revertidos. Ele destacou que o fato já foi comunicado à OIE (Organização Mundial de Sanidade Animal). “Em poucos dias, os outros Estados e outros municípios de Mato Grosso do Sul retomam a situação original”. O presidente da Famasul informou, ainda, que será realizada amanhã uma reunião do Centro Panamericano de Febre Aftosa, em Eldorado, para que os países da região, em conjunto, discutam o problema e busquem soluções para evitar que situações semelhantes venham a ocorrer. Com informações da CNA.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)