Cassilândia, Domingo, 24 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

10/01/2005 15:42

CNA engrossa coro contra a correção do IR

Famasul Noticias

Entidade diz que renda do produtor ficará menor e reivindica revogação de artigo em MP que trata do setor agrícola

A Confederação Nacional da Agricultura (CNA) engrossou, na última sexta-feira (07/01), o coro contrário à Medida Provisória 232, que, entre outras coisas, corrigiu a tabela do Imposto de Renda da Pessoa Física.

O chefe do Departamento Econômico da CNA, Getúlio Pernambuco, afirmou que a MP vai deprimir ainda mais a renda do produtor rural, num ano em que os preços agrícolas devem cair.

O artigo 6º do texto estabelece o recolhimento, quinzenalmente, do Imposto de Renda e a Contribuição Social sobre Lucro Líquido (CSLL) sobre os pagamentos feitos por pessoas jurídicas a produtores, pessoa física ou jurídica, que forneçam insumos que gerem crédito presumido. A nova regra entra em vigor dia 1º de fevereiro.

Atualmente, o recolhimento é feito apenas na declaração anual do imposto de renda. A isenção será apenas para pagamentos de até R$ 5 mil para pessoas jurídicas e R$ 1.164,00 para pessoas físicas. “Atinge todo mundo”, disse Pernambuco.

“Achamos que a medida provisória é equivocada porque confunde o conceito de renda e receita, que para a agricultura não é a mesma coisa”, afirmou Pernambuco. “Essa conduta não pode ser tomada porque o preço na Agricultura é feito pelo mercado e não por uma estrutura de produção mais margem de lucro, como no segmento industrial”, completou.

O economista da CNA disse que mesmo em operações de venda com prejuízo o produtor terá que recolher os tributos e só poderá resgatá-los na declaração de ajuste anual de imposto de renda. “Essa medida é ruim ainda mais porque vem num momento em que há uma perspectiva de preço cadente em 2005”, disse Pernambuco. Segundo ele, a perspectiva é de que o crescimento do PIB da Agropecuária este ano seja menor que em 2004, que ficou em torno de 3%. “A medida sacrifica ainda mais a renda do setor rural. Os mais prejudicados serão justamente aqueles setores onde os preços já estão deprimidos porque aumenta o prejuízo do produtor”, concluiu. A CNA vai esperar o retorno dos trabalhos legislativos para tentar, junto à Frente Parlamentar da Agricultura, suprimir o artigo quando da votação da medida provisória.

Representantes da CNA estiveram na última sexta-feira com o ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, para pedir a revogação do artigo que trata do setor agrícola. Pernambuco contou que o ministro reconheceu a necessidade de discutir o assunto com a área econômica do governo e teria dito que não foi consultado.

Segundo a CNA, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso editou uma medida provisória em 2002 no mesmo sentido, mas a revogou depois.

Autor:
Imprensa CNA


Busca

Digite a palavra chave que você deseja procurar e clique no botão "Buscar":



Cotações


Escolha uma das cotações abaixo:



Parceiros

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)