Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

16/03/2005 15:31

CNA denuncia frigoríficos por cartel esta tarde

Aline Rocha / Campo Grande News

O pedido de investigação da prática de cartel pelos cinco maiores frigoríficos do Brasil será protocolado daqui a pouco, às 14h30, na SDE (Secretaria de Direito Econômico) do Ministério da Justiça. A informação é da CNA (Confederação de Agricultura e Pecuária do Brasil).
A decisão foi tomada após discussões entre pecuaristas de todo País devido a suposta adoção de prática de uniformização dos critérios na compra de gado bovino, prejudicando o produtor. O presidente do Fórum Nacional Permanente da Pecuária de Corte da CNA, Antenor Nogueira, e o presidente da Comissão de Agricultura, Pecuária, Abastecimento e Desenvolvimento Rural da Câmara dos Deputados, deputado Ronaldo Caiado (PFL/GO) vão entregar o pedido de investigação diretamente ao titular da SDE, Daniel Goldberg.
No último dia 2 de fevereiro pecuaristas de todo o País sinalizaram que denunciariam ao Cade o que eles consideravam ser cartel da indústria frigorífica.
Segundo eles, desde o dia 25 de janeiro está em vigor uma tabela onde machos castrados, entre 15 e 16 arrobas têm deságio de 3% e os inteiros, com 16 arrobas, preço inferior de R$ 3 por arroba.
Os frigoríficos que estariam usando a tabela de deságio desde o dia 25 de janeiro são o Bertin, Friboi, Independência, Minerva e Marfrig. Destes somente o Minerva não está em Mato Grosso do Sul.
Em visita a Campo Grande no último dia 11 de março, Antenor Nogueira, afirmou que mesmo diante das medidas contra a perda de renda no setor, como criação de central de regulação de preço e retenção de animais no pasto, a denúncia contra o cartel dos frigoríficos seria mantida.
Ele diz que a indústria nega o preço combinado, mas os pecuaristas afirmam que há.
Nogueira usou o termo “loteamento de pecuaristas” para explicar que os frigoríficos estariam combinando o raio de atuação, dessa forma não haveria concorrência.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)