Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

15/01/2004 08:41

CJF publica resolução sobre procedimentos

Roberta Bastos/STJ

O Conselho da Justiça Federal (CJF) adotou algumas regras para regulamentar o cumprimento das decisões judiciais que alteram os vencimentos dos servidores da Justiça Federal e dos magistrados federais. As regras estão previstas na Resolução CJF 348, que estabelece procedimentos a serem seguidos no cumprimento de decisões judiciais que repercutem nas folhas de pagamento de pessoal do CJF e da Justiça Federal de primeiro e segundo graus.

De acordo com a Resolução, até o primeiro dia útil subseqüente àquele em que tiver ciência da decisão que concedeu medida liminar ou de tutela antecipada, a autoridade administrativa responsável pelo seu cumprimento deverá comunicá-la à Advocacia Geral da União. O mesmo prazo foi estabelecido para a comunicação a este último órgão, ao Tribunal Regional Federal da respectiva Região e ao CJF, da reforma ou cassação dessa decisão. Foi assinada em 23 de dezembro último pelo presidente do CJF, ministro Nilson Naves, e publicada no Diário Oficial da União em 29/12/03.

A autoridade administrativa responsável pela inclusão em folha de pagamento deve encaminhar à Secretaria-Geral do CJF as solicitações para alteração de elementos de despesa devidamente justificadas e acompanhadas dos documentos que se referem à decisão judicial. Dentre as informações que devem ser encaminhadas à Secretaria-Geral do CJF juntamente com a solicitação, inclui-se a metodologia de cálculo do impacto financeiro decorrente da decisão judicial.

Outros documentos que a Resolução determina que sejam encaminhados: cópia da petição inicial; cópia do mandado de citação, intimação, notificação ou ofício do Juízo determinando o cumprimento da decisão ou sentença; relação dos beneficiários e órgãos a que pertencem; cópia da decisão e sentença proferidas; cópia do despacho que receber os recursos interpostos; cópia dos acórdãos, acompanhados de relatório, voto e certidão de julgamento, quando for o caso; cópia da certidão de trânsito em julgado, quando houver, e do despacho que determina a execução da sentença; cópia da carta de sentença, em caso de execução provisória; cópia da comunicação dirigida à Advocacia da União.

A Resolução estabelece, ainda, que os Tribunais Regionais Federais devem implantar e manter bancos de dados atualizados para acompanhamento dos processos judiciais referentes a magistrados e servidores sob suas respectivas jurisdições. A solicitação para cumprimento das decisões judiciais de que trata a Resolução deve estar adequada ao Sistema Unificado de Rubricas de Pagamento de Pessoal – SISUR, que foi instituído pela Resolução CJF n. 83, de 15 de abril de 1993.

A minuta da Resolução foi aprovada pelo Colegiado do CJF em 15 de dezembro de 2003, em sessão que aconteceu na sede da Seção Judiciária de Minas Gerais, em Belo Horizonte. A minuta foi proposta pelo coordenador-geral da Justiça Federal, ministro Ari Pargendler. Ele esclareceu que a Resolução foi proposta por ter sido verificada uma diversidade nas metodologias de cálculo adotadas nas Seções Judiciárias para apuração dos valores a serem pagos em virtude de decisões judiciais.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)