Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

27/12/2003 09:55

Cimento à base fibras vegetais é brasileiro

Mauricio Cardoso/ABr

Desenvolvido pelos Departamentos de Zootecnia e de Construção Civil da Universidade de São Paulo (USP), o fibrocimento - mistura de fibras vegetais de madeiras e plantas na massa de cimento - está conquistando o mercado brasileiro e substituindo materiais de construção produzidos com amianto, como telhas e caixas d’água.

A tecnologia do fibrocimento utiliza resíduos de fibras vegetais de madeiras -pinho e eucalipto-, e de não-madeiras - sisal, bananeira e coco - como matéria-prima para reforçar os materiais cimentícios. A mistura garante maior durabilidade e resistência a cargas dinâmicas, como chuva de granizo, por exemplo. “O reforço das fibras representou uma melhoria significativa do desempenho mecânico e da durablidade desses materiais”, afirma o professor e coordenador do projeto, Holmer Savastano Junior.

Outros tipos de biomassa também estão sendo estudados para futura utilização como substitutos do cimento Portland convencional, como a escória de alto-forno e cinzas de casca de arroz e de bagaço de cana-de-açúcar.

Para os pesquisadores, a utilização do fribrocimento na fabricação de outros produtos, como divisórias, painéis, forros e pisos é apenas uma questão de tempo. Além da versatilidade demonstrada pelo produto, o Brasil, como um país tropical, possui grandes estoques de matéria-prima.

(com informações da Agência USP)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
09:00
Maternidade
Sábado, 03 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)