Cassilândia, Segunda-feira, 05 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

28/02/2014 18:27

Cidade mineira cancela Carnaval para pagar gravação de DVD de Lucas Lucco

Uol

A pacata cidade de Patrocínio a 423 quilômetros de distância da capital de Minas Gerais, Belo Horizonte, que tem pouco mais de 87 mil habitantes, teve o tradicional Carnaval de rua cancelado. O motivo, informado pela prefeitura, foi a falta de verba para a realização da festa.

A falta de dinheiro, porém, não impediu a prefeitura -que tem uma arrecadação mensal de R$ 9 milhões- de anunciar o investimento de R$ 170 mil na gravação do DVD do cantor sertanejo Lucas Lucco, que é nascido na cidade, e será feito pela gravadora Sony Music.

"Quando recebemos a proposta do show, por parte do cantor, estávamos decidindo se iria ou não ter o Carnaval. Então, optamos por investir esse dinheiro no show do cantor por entendermos que teria um alcance maior, apesar de ser apenas um dia", disse o prefeito Lucas Campos de Siqueira (PPS).

No ano passado foram investidos cerca de R$ 300 mil no Carnaval. Se dividido esse valor gasto pelos quatro dias de festa em 2013, ele chega a ser R$ 75 mil por dia, menos da metade do que foi investido no show do cantor para este ano. "No ano passado (o Carnaval) foi fraco de público. Quase não arrecadamos", explicou.

Segundo o organizador de um dos blocos do Carnaval da cidade, Cleber Lourenço, a notícia pegou a população de surpresa. "Estamos todos chateados, porque o Carnaval aqui é tradicional, agora as pessoas estão indo para outras cidades da região", reclama.

A gravação deve ser feita no dia 7 de abril, dia em que a cidade comemora 139 anos, no espaço cultural. O dinheiro investido, segundo o prefeito, foi dado em contrapartida para que não fosse cobrado o ingresso do show. "Todo ano fazemos um show no aniversário da cidade e investimos até R$ 120 mil", afirmou o prefeito.

O cantor Lucas Lucco ainda deve contar com a participação de outras duplas sertanejas de renome nacional como Chitãozinho e Xororó, Fernando e Sorocaba, Rionegro e Solimões e Luan Santana, mas a informação não foi confirmada. A assessoria do cantor não foi encontrada para falar sobre o caso.

Procurado pelo UOL, o pai do cantor Paulo Lucco disse que não estava autorizado a comentar o assunto, mas disse pelo telefone que o cantor não tem envolvimento com a polêmica. "Foi uma contrapartida. É uma polêmica envolvendo a prefeitura, não o Lucas", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Domingo, 04 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)