Cassilândia, Domingo, 17 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

06/08/2016 14:05

Ciclismo BMX: entenda as regras desse esporte olímpico

EBC

O BMX, também conhecido como bicicross, surgiu por volta dos anos 1960. Essa modalidade de ciclismo entrou para o programa olímpico em Pequim 2008. BMX é a sigla de Bicycle Motocross, ou seja, aquelas bicicletas menores, com rodas aro 20 e apenas uma marcha e um freio, além de apresentar um quadro resistente para aguentar os muitos saltos ao longo do circuito.

A pista de BMX tem de 300 a 400 metros. As provas são individuais, em formato de corrida, em baterias com oito atletas. O formato é chamado de 'supercross'. Os competidores largam de uma plataforma com cerca de dez metros de altura e encaram diversos obstáculos montados na pista até a linha de chegada. Nas disputas masculinas, o limite máximo por país é de três atletas. No feminino, esse limite é de duas atletas.

Uma das características do esporte é a grande velocidade. Por isso, tombos são comuns. Os competidores devem usar trajes acolchoados, além de outros aparatos de segurança, como capacetes com protetor de boca e luvas.

Nos Jogos Olímpicos do Rio, as disputas da modalidade acontecem entre os dias 17 e 19 de agosto. As provas da modalidade serão realizadas no Centro Olímpico de BMX, no Parque Radical do Rio, em Deodoro. A pista dos Jogos do Rio mistura saibro e asfalto, tem 350 metros e muitas ondulações em sequência para dificultar a vida dos ciclistas.

De acordo com a União Ciclística Internacional (UCI), para competir os ciclistas precisam ter pelo menos 18 anos, possuir uma licença válida na federação nacional de seu país, e ter ao menos 10 pontos no ranking individual da modalidade.

O ciclismo BMX distribuiu 12 medalhas na história dos Jogos Olímpicos. O histórico dos atletas que subiram ao pódio registra uma diversidade grande de países. Das 12 medalhas, sete foram para atletas de diferentes nações. Apesar de ainda não terem conquistado um ouro na modalidade, os Estados Unidos são o país com mais medalhas, seguido por França, Letônia e Colômbia.

As francesas Anne-Caroline Chausson e Laetitia Le Corguille foram ouro e prata na prova feminina em 2008. Pela Letônia, Maris Strombergs conquistou o ouro tanto na China, em 2008, quanto nos Jogos passados. Já a Colômbia registrou todo seu sucesso na Inglaterra, com o ouro de Mariana Pajón no feminino e o bronze de Carlos Mario Oquendo Zabala no masculino.

As competições internacionais oficiais de BMX são regidas pela União Ciclística Internacional (UCI). No Brasil, a responsável é a Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC).

 

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)