Cassilândia, Segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

02/03/2011 12:00

Chuva piora condição das estradas e dificulta trabalhos de recuperação

Campo Grande News/Marta Ferreira

A chuva intermitente dos últimos praticamente paralisou os trabalhos de recuperação de estradas em Mato Grosso do Sul iniciados no dia 21 de fevereiro, para dar condições de escoamento da safra. Como está chovendo em todo o Estado, os serviços só estão sendo executados nas pequenas tréguas que o mau tempo dá.

“As equipes permanecem acampadas e trabalham quando o tempo permite”, afirmou ao **Campo Grande News o engenheiro Wilson Roberto Mariano, assessor da Secretaria de Obras do Estado.

Conforme Mariano, como a chuva tem sido constante e em algumas cidades a intensidade é maior, novos problemas vem surgindo.

Em Bela Vista, a cabeceira de uma ponte sobre o córrego Vacadiga foi levada pelas águas, obrigando a abertura de um desvio na MS 472. No município de Rio Negro, também houve uma queda de ponte sobre o córrego Manilha. Também foi um feito um desvio para que o tráfego pudesse continuar na MS-228.

Em Corumbá, onde o mau tempo provocou interdição de casas por alagamentos, a situação nas estradas também é preocupante. À beira da morraria, no Porto da Manga, a água está sobre a pista, tornando a passagem pelo trecho perigosa.

Segundo o engenheiro, está sendo colocado minério de ferro sobre a pista para melhorar a situação.

Testemunho Na MS-306, entre Chapadão do Sul e Cassilândia, região onde os problemas nas estradas são freqüentes, o presidente da Câmara de Vereadores de Chapadão, Maiquel de Gasperi (DEM), ficou no meio do caminho por causa de um buraco na pista.

Segundo relato feito pela assessoria de imprensa do vereador, ao cruzar com um caminhão na rodovia, o veículo oficial da Câmara passou sobre buracos que provocaram o estouro de dois pneus.

Foi necessário chamar o guincho para trazer o veículo da Câmara até a cidade e o vereador fez a viagem no próprio carro.

Ao continuar o percurso, contou que se deparou com máquinas da empresa que está realizando o serviço de tapa-buracos deixando o local, por conta da chuva. Segundo Gasperi, é possível ver, durante todo o trajeto, caminhões e carros pequenos danificados devida a péssima condição da estrada.

Escoamento- Como já começou o transporte da safra de grãos, as equipes que estão fazendo a recuperação das estradas já tiveram de socorrer motoristas atolados em estradas de terra pelo interior do Estado, conforme a informação do engenheiro da Secretaria de Obras.

Em todo o Estado, há 23 equipes trabalhando, conforme Mariano, nas 17 regionais mantidas pela Agesul (Agência de Empreendimentos de Mato Grosso do Sul), responsável pela execução dos serviços, via emprenteiras contratadas.

Nesta manhã, não havia condições de trabalho em todas as regionais por causa da chuva.

A preocupação maior é com 11 cidades consideradas eixos de escoamento da produção de grãos. “O problema é que a soja, por exemplo, você precisa levar até o secador, senão você perde o grão”, explica.

Apesar das dificuldades impostas pela chuva, Mariano acredita que o trabalho de recuperação das estradas para escoar a safra vai ser feito a contento. De acordo com ele, as obras de pavimentação de novas estradas também estão paralisadas.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 17 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Sábado, 16 de Dezembro de 2017
Sexta, 15 de Dezembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)