Cassilândia, Quarta-feira, 26 de Abril de 2017

Últimas Notícias

21/06/2004 19:39

China suspende embrago à soja Brasileira

Assessoria MAPA

O ministro da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Roberto Rodrigues, informou hoje (21/06) que a China decidiu retomar as compras de soja brasileira, suspendendo o embargo imposto às 23 empresas exportadoras do produto. A decisão - divulgada pelo ministro em entrevista coletiva - resultou da aceitação, pelas autoridades chinesas, dos argumentos técnicos apresentados pela missão brasileira ao vice-ministro da Administração-Geral de Supervisão da Qualidade, Inspeção e Quarentena, da República Popular da China (AQSIQ).

Rodrigues citou dois fatores que tiveram influência na decisão das autoridades chinesas de suspenderem o embargo à soja brasileira. O primeiro foi a Instrução Normativa número 15 que estabeleceu, a partir de 11 de junho, as regras para a mistura com sementes tratadas com agrotóxicos. Para o ministro, o segundo fator foi a posição do governo brasileiro ao abrir um canal de negociação que favoreceu agora a retomada das vendas. “O governo brasileiro teve uma ação pró-ativa”, ressaltou.

O documento, assinado hoje pelo secretário de Defesa Agropecuária do MAPA, Maçao Tadano, e pelo vice-ministro da Quarentena da China, Ge Zhirong, além de levantar o embargo, destaca a importância do comércio bilateral e a “disposição de resolver os problemas de inspeção e quarentena que surgirem no comércio da soja de modo amigável, científico e positivo”.

Após ouvirem o relato das rigorosas medidas de fiscalização adotadas pelo governo brasileiro, que vão da produção, passando pela armazenagem, transporte até o carregamento final da soja, os técnicos chineses concordaram em compartilhar novos métodos de amostragem e inspeção do produto.

Rodrigues informou também que todos os navios com soja para a China que saíram do Brasil depois do dia 11 de junho, estão sujeitos às normas da Instrução Normativa número 15, que tornou mais rígida a fiscalização, superando inclusive os padrões internacionais vigentes. O ministro não acredita que essas cargas possam apresentar problemas de contaminação como os anteriormente detectados pelos chineses. “De qualquer modo estarão sujeitas às regras da Instrução Normativa”, concluiu Rodrigues.

Exportações - De janeiro a maio deste ano, o Brasil exportou para a China 2 milhões e 68 mil toneladas de soja, obtendo uma receita de US$ 592,3 milhões. No mesmo período do ano passado, as exportações alcançaram o volume de 2 milhões e 887 mil toneladas e uma receita de US$ 600,2 milhões. No ano passado, as exportações do complexo soja para a China foram de 6,1 milhões de toneladas, com uma arrecadação de US$ 1,3 bilhão.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 26 de Abril de 2017
Terça, 25 de Abril de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)