Cassilândia, Terça-feira, 06 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

05/05/2007 17:07

Champinha diz que fugir de Febem foi "fácil"

G1

O jovem Roberto Aparecido Alves de Souza, o Champinha, de 20 anos, afirmou em depoimento à polícia que foi “fácil” e “tranqüilo” fugir do complexo na Vila Maria da Fundação Casa (antiga Febem), na Zona Norte de São Paulo, na quarta-feira. O complexo era apontado como o mais seguro da fundação.

A notícia foi divulgada neste sábado pela “Folha de S. Paulo”. Segundo o jornal, a polícia informou que o jovem chegou a menosprezar o sistema de segurança da fundação. “Eu vi a escada e subi”, narrou. Champinha usou uma escada deixada por empregados que reformavam o local para pular o muro de seis metros da Unidade Tietê, junto com um adolescente de 17 anos.

A investigação policial aponta até agora indícios de negligência de funcionários. A possibilidade de facilitação de fuga continua sendo apurada pela polícia e pela fundação, que afastou o diretor do local e outros 19 agentes.

No depoimento que prestou à polícia da Unidade de Atendimento Inicial (UAI) da Febem o interno negou que teve ajuda de funcionários para escapar. O rapaz comentou que ele e o colega aproveitaram o descuido de um único vigia no local, que cuidava de três internos, quando este foi ler uma carta de um outro jovem.

Para a polícia, a versão de que havia roupas do lado de fora da unidade à espera dos fugitivos, como disse a Febem reforçando a tese de fuga premeditada, perdeu força. Quinze pessoas já foram ouvidas pela 1ª Delegacia Seccional Centro. Nenhum depoimento sugere ter havido conivência dos funcionários.


Fuga
Na noite da quarta-feira, Champinha, companhado de um adolescente de 17 anos, fugiu em uma escada da Unidade Tietê do Complexo Vila Maria da Febem. Ele chegou a andar de metrô e ônibus e ficou escondido em Ferraz de Vasconcelos, na Grande São Paulo, onde foi encontrado pela polícia na madrugada da quinta-feira.

Champinha ficou conhecido após ser internado na Febem pelo assassinato da adolescente Liana Friedenbach, de 16 anos, e pelo planejamento da morte do namorado da jovem, Felipe Silva Caffé, de 19 anos. O crime ocorreu em 2003 na cidade de Embu-Guaçu, na Grande São Paulo.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
13:15
Cassilândia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)