Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

03/11/2006 13:50

Chamados para julho devem atualizar dados cadastrais

AgPrev

Os aposentados e pensionistas chamados para fazer o Censo Previdenciário a partir de julho (benefício de final 4) devem atualizar os dados cadastrais até novembro. Os que deixarem de atualizar correm o risco de ter o pagamento do benefício suspenso a partir de dezembro. Dos 1,47 milhão de beneficiários chamados para fazer o Censo em julho, 181 mil ainda não atualizaram os dados cadastrais.

Já os aposentados e pensionistas com número de benefício terminado em 8 devem aproveitar a ida ao banco a partir dos cinco primeiros dias úteis de novembro e fazer o Censo Previdenciário. Dos 1,54 milhão de beneficiários convocados para atualizar os dados cadastrais a partir de novembro, 616 mil já compareceram. Isto foi possível porque alguns bancos estão recebendo os formulários antecipadamente.

A segunda etapa do Censo Previdenciário começou em abril e prossegue até janeiro de 2007. Foram convocados 14,7 milhões de aposentados e pensionistas. De acordo com dados de 25 de outubro, 10,5 milhões de convocados para esta etapa já atualizaram o dados cadastrais. A atualização do cadastro do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) tem o objetivo de combater fraudes e acabar com pagamentos indevidos.

Avisos - Todos os beneficiários que participam da segunda etapa do Censo recebem avisos personalizados desde março. No comunicado é informado o mês em que o cidadão deve comparecer ao banco para atualizar os dados cadastrais. Os segurados com benefício terminado em 1 fazem o Censo desde abril; os com benefício terminado em 2, desde maio, e assim, sucessivamente, até janeiro de 2007, quando deverão ser atualizados os dados cadastrais dos segurados com benefício de final 0.

Os beneficiários atualizam os dados cadastrais nas agências bancárias onde recebem o pagamento. Nenhum segurado da Previdência Social tem que se dirigir às unidades de atendimento do INSS para participar do Censo Previdenciário. Para garantir a tranqüilidade, os aposentados e pensionistas que não precisam atualizar seus dados cadastrais recebem um aviso informando que estão dispensados.

Os documentos obrigatórios para fazer o Censo são o Cadastro de Pessoa Física (CPF) e um documento de identificação, que pode ser a própria Carteira de Identidade, Carteira de Trabalho e Previdência Social (CTPS), Passaporte, Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou registro de conselho profissional. O INSS recomenda, também, que o beneficiário apresente um comprovante de residência e o Número de Inscrição do Trabalhador (NIT). (Pedro Rocha)

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)