Cassilândia, Sábado, 07 de Dezembro de 2019

Últimas Notícias

12/08/2019 09:40

Cesp fecha no vermelho um ano após acordo com governo e cidades de MS

Campo Grande News

 

A Cesp (Companhia Energética de São Paulo) teve prejuízo líquido de R$ 4 milhões no segundo trimestre de 2019, cerca de um ano após oficializar acordo com Estado e prefeituras de Mato Grosso do Sul. Na época, a empresa desembolsou R$ 560 milhões a fim de extinguir R$ 2,2 bilhões em ações judiciais movidas contra ela.

A informação foi publicada primeiro pelo site Valor Econômico. Segundo a reportagem, a Cesp obteve lucro de R$ 340,9 milhões no segundo trimestre do ano passado.

Os acordos entre Cesp, prefeituras às margens do rio Paraná e governo do Estado deram fim às disputas judiciais envolvendo indenizações por danos causados pela Usina Hidrelétrica Sérgio Motta (Porto Primavera), cujo lago cobriu terras de vários municípios sul-mato-grossenses.

Os pagamentos foram resultados de tratativas para que um grupo chinês adquirisse o controle da Cesp. Do total destinado para pagamento, R$ 280 milhões foram diretamente para o governo estadual. O acerto ainda incluiu R$ 50 milhões, ao longo de dez anos, em ações para conservação ambiental na bacia do rio Paraná e para implantação do Parque Estadual do Pantanal do Rio Negro.

Os municípios de Bataguassu (R$ 71 milhões), Brasilândia (R$ 15 milhões), Santa Rita do Pardo (R$ 39 milhões), Três Lagoas (R$ 15,8 milhões) e Batayporã (R$ 7,9 milhões) também foram beneficiados pelo acordo. O MPMS (Ministério Público Estadual) previu que os recursos ou dividendos deles originários teriam restrições de uso, como ações de infraestrutura, em todos os casos.

Ainda conforme matéria publicada pelo Valor Econômico, A Cesp deve concluir avaliação da instalação de quatro novas turbinas na hidrelétrica de Porto Primavera – situada na divisa de Mato Grosso do Sul com São Paulo –, principal ativo da companhia, no período de oito meses a um ano. O estudo de avaliação é exigência feita no edital de privatização da geradora.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 06 de Dezembro de 2019
09:00
Santo do Dia
Quinta, 05 de Dezembro de 2019
16:00
Direitos da pessoa com deficiência
10:00
Receita do Dia
09:00
Santo do Dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)