Cassilândia, Quinta-feira, 08 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/11/2010 15:49

Cerca de 5% da população brasileira não têm registro civil

Agência Brasil

Rio de Janeiro - Apesar de ser um direito, o registro civil continua inacessível para muitas pessoas no Brasil. Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mesmo sem dados oficiais, a estimativa é que 5% dos brasileiros não têm certidão de nascimento. No estado do Rio, apenas em 2008, 18 mil recém-nascidos não foram registrados.

Para a juíza da 1ª Vara da Família de São João de Meriti (RJ), Raquel Chrispino, “existe uma perpetuação dessa dificuldade social porque, se o pai não tem [registro civil] e o filho não tem, eles têm dificuldade de se alimentar bem, de articular a própria fala, têm muita timidez, não conseguem chegar aos órgãos públicos e, diante da primeira dificuldade, tendem a desistir. A gente pode afirmar que o problema é muito mais grave do que se imagina”.

A juíza faz parte da Comissão para Erradicação do Sub-Registro Civil, criada em 2009 pela Corregedoria do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro (TJ-RJ) para reduzir o número de pessoas sem identificação civil no estado.

Raquel Chrispino ressaltou que os responsáveis pelas crianças sem identificação podem se dirigir aos cartórios de registro de nascimento e resolver o problema. Para os mais velhos, a dificuldade é maior, pois é necessária a presença de duas testemunhas para obter a certidão. Como o processo é moroso, os dados acabam se extraviando, a Justiça é acionada e, até que se comprove a situação do requerente, muito tempo se perde. “A proposta da corregedoria é ter uma secretaria que possa apoiar o juiz a fazer esse trabalho com rapidez”, disse a magistrada.

O problema foi abordado no 1º Debate sobre o Sub-Registro Civil, que ocorreu hoje (10) no Rio de Janeiro com representantes da Justiça, do governo estadual e do IBGE.

Edição: Vinicius Doria

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)