Cassilândia, Quinta-feira, 20 de Julho de 2017

Últimas Notícias

09/11/2006 07:23

Centro-Oeste pede mais recursos para políticas sociais

Agência Câmara

Representantes da sociedade civil dos três estados do Centro-Oeste, além do Distrito Federal, discutiram nesta quarta-feira em Brasília aumentos para o funcionalismo público; recursos previstos para assentamentos agrários e universidades; programas voltados à questão de gênero e às crianças. Os debates foram parte do terceiro dos cinco seminários regionais sobre o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2007 realizados pela Comissão Mista de Orçamento. Na proposta orçamentária, estão previstos recursos de cerca de R$ 14,2 bilhões para a região Centro-Oeste.
A secretária-executiva do Fórum Brasil do Orçamento, Eliana Magalhães Graça, defendeu mudanças nas prioridades da peça orçamentária. Segundo ela, o Brasil deve privilegiar as políticas sociais e não o ajuste fiscal. Na proposta enviada pelo governo para o Orçamento de 2007, mantém-se o índice de 4,25% do Produto Interno Bruto (PIB) para o superávit primário. "O Brasil é um dos campeões da desigualdade e está ficando para trás no desenvolvimento e no crescimento", criticou.
Eliana Graça reclamou, por exemplo, da diminuição dos recursos previstos para o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). O governo planeja gastar pouco mais de R$ 366 milhões com o programa em 2007 — no Orçamento de 2006, foram destinados mais de R$ 375 milhões para essa área.

Jovens e servidores
O presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, José Fernando da Silva, considerou como preocupante o baixo volume de recursos previstos para o atendimento de jovens em conflito com a lei. O conselho apresentou uma emenda para destinar mais R$ 107 milhões ao programa — que, de acordo com a previsão do governo, está com apenas R$ 17 milhões.
No encontro, representantes dos servidores públicos federais reclamaram que a categoria, que representa 70% do Executivo, precisaria de um orçamento de quase R$ 15 bilhões. A proposta orçamentária, no entanto, prevê somente R$ 11,7 bilhões para os servidores dos três poderes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 20 de Julho de 2017
10:07
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Quarta, 19 de Julho de 2017
20:32
Loteria
17:30
Restituição do Imposto de Renda
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)