Cassilândia, Sábado, 10 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/11/2006 07:23

Centro-Oeste pede mais recursos para políticas sociais

Agência Câmara

Representantes da sociedade civil dos três estados do Centro-Oeste, além do Distrito Federal, discutiram nesta quarta-feira em Brasília aumentos para o funcionalismo público; recursos previstos para assentamentos agrários e universidades; programas voltados à questão de gênero e às crianças. Os debates foram parte do terceiro dos cinco seminários regionais sobre o projeto de Lei Orçamentária Anual (LOA) de 2007 realizados pela Comissão Mista de Orçamento. Na proposta orçamentária, estão previstos recursos de cerca de R$ 14,2 bilhões para a região Centro-Oeste.
A secretária-executiva do Fórum Brasil do Orçamento, Eliana Magalhães Graça, defendeu mudanças nas prioridades da peça orçamentária. Segundo ela, o Brasil deve privilegiar as políticas sociais e não o ajuste fiscal. Na proposta enviada pelo governo para o Orçamento de 2007, mantém-se o índice de 4,25% do Produto Interno Bruto (PIB) para o superávit primário. "O Brasil é um dos campeões da desigualdade e está ficando para trás no desenvolvimento e no crescimento", criticou.
Eliana Graça reclamou, por exemplo, da diminuição dos recursos previstos para o Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti). O governo planeja gastar pouco mais de R$ 366 milhões com o programa em 2007 — no Orçamento de 2006, foram destinados mais de R$ 375 milhões para essa área.

Jovens e servidores
O presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente, José Fernando da Silva, considerou como preocupante o baixo volume de recursos previstos para o atendimento de jovens em conflito com a lei. O conselho apresentou uma emenda para destinar mais R$ 107 milhões ao programa — que, de acordo com a previsão do governo, está com apenas R$ 17 milhões.
No encontro, representantes dos servidores públicos federais reclamaram que a categoria, que representa 70% do Executivo, precisaria de um orçamento de quase R$ 15 bilhões. A proposta orçamentária, no entanto, prevê somente R$ 11,7 bilhões para os servidores dos três poderes.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)