Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

22/07/2004 08:15

Centrais sindicais pedem redução da jornada de trabalho

Alessandra Bastos/ABr

As centrais sindicais entregaram hoje ao ministro do Trabalho e Emprego, Ricardo Berzoini, um abaixo-assinado com mais de cem mil assinaturas pela redução da jornada de trabalho, sem redução do salário. A proposta é proibir as horas extras no Brasil e reduzir a jornada de 44 horas para, no máximo, 40 horas semanais.

Ademir Figueiredo, coordenador técnico do DIEESE, explica que a mudança geraria 2,8 milhões de novos postos de trabalho. Segundo Jaci Afonso, representante da CUT, o ministro Berzoini apóia a idéia e irá estudar as propostas. "Uma das formas de viabilizá-la também para o empresariado (que teria maior gasto com novas contratações do que com o pagamento de horas extras) seria a redução de impostos", diz Afonso.

As centrais sindicais defendem a votação, em caráter emergencial, da proposta de emenda constitucional 393/01, do senador Paulo Paim (PT/RS) e do deputado Inácio Arruda (PcdoB/CE). Participaram da reunião a Central Única dos Trabalhadores (CUT), o Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Sócio-Econômicos (DIEESE), a Central Geral dos Trabalhadores do Brasil (CGTB), a Social Democracia Sindical (SDS), a Força Sindical e Central Autônoma dos Trabalhadores (CAT).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
20:20
Loteria
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)