Cassilândia, Quarta-feira, 13 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

11/07/2005 14:46

Células-tronco: paciente não precisará amputar perna

Marina Miranda / Campo Grande News
Helio R.TuziHelio R.Tuzi

Em entrevista coletiva esta manhã, o cardiologista José Dalmo de Araújo, do Instituto de Doenças Cardiovasculares, em São José do Rio Preto (SP), descartou a possibilidade do campo-grandense Ramão Torres Martins, 49 anos, ter de amputar a perna esquerda. O agente tributário corria o risco de perder a perna depois de uma trombose. Para tentar contornar o problema, se submeteu no início de maio a uma cirurgia para implante de células-tronco.
Exames realizados por Martins nesta segunda-feira, dois meses após o procedimento cirúrgico, apontaram o surgimento de novos vasos, o que possibilita a irrigação sanguínea na perna prejudicada pela doença. As células-tronco também permitiram que ossos dos dedos do pé do paciente que foram amputados recebessem a cobertura necessária. “Sem as células-tronco isso não seria possível”, garantiu o cardiologista, segundo reportagem do Site Rio Preto News.
A circulação sanguínea e a pressão estão estáveis na perna que passou pelo procedimento, o que indica a boa recuperação do sul-mato-grossense.
Martins terá de realizar exames mensais até o sexto mês após a cirurgia para verificar a evolução de seu caso. O médico ressaltou que não pode assegurar que Martins vá ficar totalmente curado, levando em conta que ele é o primeiro paciente a se submeter a esse tipo de cirurgia.
Martins ainda sente dores devido a úlcera acentuada que possui próximo aos dedos amputados, mesmo assim comemora a melhora diária.

Cirurgia – Depois de descobrir que estava com trombose e teria de amputar a perna, Martins foi tentar o tratamento com células-tronco, disponível em São José do rio Preto. Ele é o primeiro paciente vítima de trombose a se submeter ao implante.
Antes de passar pela cirurgia, Martins teve de fazer uma série de exames para ver se ele estava apto a receber as células-tronco.
Após a retirada de sangue da medula óssea do paciente e da preparação do material em laboratório, foram inseridas 3,6 bilhões de células-tronco através de 40 injeções na panturrilha esquerda de Ramão Torres Martins, que já tinha amputado dois dedos do pé devido à doença.
O tratamento ainda não é pago pelo SUS (Sistema Único de Saúde), e quem quiser ter acesso a cirurgia deve desembolsar cerca de R$ 9 mil.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 13 de Dezembro de 2017
Terça, 12 de Dezembro de 2017
20:48
Loteria
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)