Cassilândia, Quinta-feira, 23 de Fevereiro de 2017

Últimas Notícias

17/02/2004 14:44

CE aprova cota para alunos da rede pública

Agência Senado

Na reunião desta terça-feira (17), a Comissão de Educação (CE) aprovou parecer favorável a projeto terminativo do senador Sérgio Cabral (PMDB-RJ) - PLS 61 de 2003 - determinando que 50% das vagas das universidades públicas sejam destinadas a alunos que tenham cursado integralmente o ensino médio em escolas públicas, seja da rede municipal, estadual ou federal. Cabral destacou que o projeto atende a todos ao alunos mais necessitados, não apenas aos negros ou outra minoria específica.

O relator da matéria, senador Valdir Raupp (PMDB-RO), apresentou duas emendas, que também foram aprovadas. Em uma delas o senador aumentou de 40% para 50% o percentual de cotas para os alunos da rede pública, uma vez que a maioria dos formados no ensino médio são dessas escolas, explicou. A outra emenda especifica que alunos da rede municipal também terão acesso às cotas, o que não era previsto no projeto original.

A lei entrará em vigor no ano letivo seguinte à sua aprovação. Por ser matéria terminativa, o projeto poderia seguir direto para exame da Câmara dos Deputados, mas o senador Almeida Lima (PDT-SE) informou que requererá o exame da matéria pelo Plenário do Senado.

A matéria gerou discussão na comissão e a líder do bloco de apoio ao governo, senadora Ideli Salvatti (PT-SC), sugeriu que o projeto fosse votado após audiência pública na CE com o ministro da Educação, Tarso Genro, a ser realizada para discussão de cotas e da reforma universitária. Ideli acredita que assim seria possível discutir melhor a matéria. Mas o requerimento da senadora pedindo o adiamento da votação do projeto foi rejeitado.

A CE aprovou ainda parecer do senador Papaléo Paes (PMDB-AP) rejeitando dois projetos de lei da Câmara (que tramitavam em conjunto sob o número 88 de 2000) obrigando a inserção nas embalagens e etiquetas de roupas íntimas de campanhas de prevenção ao câncer de mama, de colo de útero e de próstata. Papaléo a princípio era favorável a um dos projetos, mas adotou voto em separado do senador Demostenes Torres (PLF-GO), contrário a ambos. O senador Hélio Costa (PMDB-MG) louvou as campanhas de prevenção ao câncer, mas se disse contrário à existência de leis obrigando a adesão a elas. Na opinião de Costa, esse tipo de iniciativa deve ser espontânea.


Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quinta, 23 de Fevereiro de 2017
Quarta, 22 de Fevereiro de 2017
13:30
Cassilândia
10:00
Receita do dia
Terça, 21 de Fevereiro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)