Cassilândia, Quarta-feira, 07 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

09/07/2004 15:10

CCJ muda regra para doação de órgãos entre vivos

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou projeto (PL 7398/02) que fixa regras para a doação de órgãos entre pessoas vivas. O projeto altera a lei 9434/97 que trata da remoção de órgãos e tecidos humanos para a realização de transplantes. A intenção do autor do projeto, deputado Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), é aumentar as exigências legais para a doação entre pessoas vivas para inibir o comércio ilegal de órgãos e tecidos. Hoje a legislação permite que esse tipo de doação, que envolve rins e pedaços do fígado, por exemplo, aconteça somente se houver laços sangüíneos até o 4º grau ou se o doador for cônjuge do receptor. Em qualquer outro caso é obrigatória a autorização judicial. Com o projeto aprovado pela Comissão de Constituição e Justiça, mesmo essa autorização judicial terá que ser baseada em critérios mais rígidos.

Laudo médico
A partir do projeto do deputado Aloysio Nunes Ferreira, uma pessoa, ao entrar na Justiça para doar um rim, por exemplo, a uma outra que não é parente e nem cônjuge, terá que anexar à ação judicial um laudo assinado por dois médicos especialistas e uma certidão negativa de infração ética fornecida pelo Conselho de Medicina.
Além disso, a ação ainda será analisada pelo Ministério Público, antes de o juiz conceder a autorização para o transplante. O juiz poderá ainda designar audiência para ouvir o representante do doador no prazo máximo de dez dias.

Tramitação
O relator na comissão, deputado Alexandre Cardoso (PSB-RJ), recomendou a aprovação da proposição, com emendas. A proposição, que tramita em caráter conclusivo, já foi aprovada pela Comissão de Seguridade Social e Família e segue agora para o Senado Federal.



Reportagem - Adriana Romeo
Edição - Paulo Cesar Santos

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Quarta, 07 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
09:00
Maternidade
03:14
Loteria
Terça, 06 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do Dia
09:00
Maternidade
Segunda, 05 de Dezembro de 2016
21:32
Loteria
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)