Cassilândia, Segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

Últimas Notícias

04/11/2004 15:20

CCJ estuda proposta de auditoria em urnas eletrônicas

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania está analisando a possibilidade de se realizar uma auditoria externa dos sistemas de votação e apuração eleitoral eletrônica brasileiros. A sugestão é tema do Projeto de Lei 4258/04, de autoria do deputado Antônio Carlos Mendes Thame (PSDB-SP).
De acordo com a proposta, a checagem deverá ser feita em sessão pública, com prévia convocação de fiscais dos partidos e coligações. O procedimento deverá ser realizado até 48 horas após o encerramento da votação, ficando a cargo do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) a escolha por amostragem das urnas eletrônicas de cada estado, em proporção superior a 1% do total de urnas utilizadas no processo eleitoral.
Do total de urnas recolhidas para amostra, o TSE sorteará 50 para comparar os programas e dados contidos com os correspondentes mapas de votação e votos impressos.

Impedimento a fraudes
Mendes Thame reconhece os avanços alcançados com a urna eletrônica, mas defende o aperfeiçoamento do sistema para assegurar sua confiabilidade a cada nova eleição. "À medida que passa o tempo, mais pessoas passam a conhecer a urna e seu processamento, o que possibilita burlar sua segurança e alterar os resultados", argumenta o parlamentar. Mendes Thame acredita que a auditoria externa garantirá que possíveis irregularidades sejam detectadas em tempo hábil.

Tramitação
Sujeita à apreciação do Plenário, a matéria será analisada antes pela Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania.



Reportagem - Érica Amorim
Edição - Natalia Doederlein

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 11 de Dezembro de 2017
20:42
Loteria
10:00
Receita do dia
Domingo, 10 de Dezembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)