Cassilândia, Sábado, 23 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

27/08/2004 09:27

CCJ aprova restrições para uso do prefixo 0900

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania aprovou nesta semana o Projeto de Lei 1736/99, do Senado Federal, que estabelece as condições para a prestação de serviços telefônicos por meio do prefixo 0900. A proposta proíbe as empresas de telefonia fixa de disponibilizar por esse prefixo, sem expressa autorização do assinante, serviços como tele-piadas e tele-sexo.
O relator da matéria, deputado Vilmar Rocha (PFL-GO), concorda que o fácil acesso ao serviço causa danos aos orçamentos familiares ao fascinar crianças, adolescentes e mesmo adultos imprudentes no controle de suas finanças. Ele cita ainda dispositivos do Estatuto da Criança e do Adolescente que determina a adoção de medidas punitivas sempre que os direitos dos menores forem ameaçados ou violados, inclusive por ação ou omissão da sociedade ou do Estado.

Substitutivos das comissões
Em seu parecer, o relator acatou substitutivo aprovado pela Comissão de Ciência e Tecnologia, Comunicação e Informática, que condiciona a oferta dos serviços de valor adicionado à prévia autorização, por escrito, do assinante da linha telefônica. O texto também incumbe as prestadoras de oferecer aos assinantes a possibilidade de acessar os referidos serviços mediante senha; possibilita a revogação da solicitação de acesso; e permite, no caso de não cumprimento das normas, a dispensa de pagamento do serviço pelo assinante e a aplicação das sanções estabelecidas na Lei 9472/97, que regulamenta os serviços de telecomunicações.
Vilmar Rocha também acatou substitutivo da Comissão de Defesa do Consumidor, Meio Ambiente e Minorias, que possibilita o acesso aos serviços 0900 mediante desbloqueio efetivado por meio do prefixo 0800; e limita a prestação dos serviços ao valor de um quarto do salário mínimo mensal por linha telefônica. O substitutivo também proíbe o serviço de tele-sexo e outros que atentem contra a moral da sociedade e o Estatuto da Criança e do Adolescente; e destina parcela da arrecadação nos sorteios realizados por meio dos prefixo 0900 às ações sociais do Governo Federal.
O relator também aprovou seis projetos que tramitavam apensados à proposta original: os PLs 1736/99, 3665/97, 269/99, 1375/99, 4462/01 e 6263/02, com os substitutivos que receberam nas comissões e as emendas oferecidas pela CCJ.

Tramitação
Como houve alterações na proposta original, a proposta volta ao exame do Senado Federal.



Reportagem – Daniel Cruz
Edição – Rejane Oliveira

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Sexta, 22 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)