Cassilândia, Domingo, 11 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

18/04/2006 22:11

CCJ aprova parecer contra aposentadoria de Janene

Iolando Lourenço/ABr

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou hoje (18), pelo processo simbólico de votação, o parecer do deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), contrário à concessão de aposentadoria por invalidez ao deputado José Janene (PP-PR), enquanto não for concluído o processo de cassação movido pelo Conselho de Ética contra o parlamentar.

O parecer de Biscaia foi dado à consulta feita à CCJ pelo presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP). "A decisão final sobre a aposentadoria fica postergada para o final do processo de cassação", disse Biscaia.

A CCJ também se manifestou favorável à posse imediata do suplente de Janene, enquanto este estiver de licença médica. Janene está de licença desde setembro do ano passado, quando foi aberto o processo de cassação, por suposto envolvimento em um suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares comandado pelo empresário Marcos Valério.

Após o resultado da votação na CCJ, Aldo Rebelo disse que vai analisar o parecer da comissão e só depois tomará uma decisão sobre a concessão da aposentadoria a Janene. Biscaia informou que, em todas os casos, a presidência da Câmara tem acatado as deliberações da CCJ.

De acordo com Biscaia, ficou claro que, ao requerer aposentadoria, Janene quis se livrar do processo de cassação com a aposentadoira por invalidez. "Ele queria, aposentando-se por invalidez, evitar as demais sanções de uma eventual cassação e nem se sabe se vai acontecer no Plenário. Se ele se aposentasse não ficaria privado de disputar as eleições deste ano", disse.

De acordo com o relator, os argumentos que o levaram a se posicionar contra a aposentadoria no curso do processo de cassação do mandato foram com amparo analógico na impossibilidade de renúncia ao mandato enquanto, não for concluído o processo de cassação. "Não podemos aceitar renúncia ou aposentadoria por invalidez, enquanto não for concluído o processo de cassação", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 10 de Dezembro de 2016
10:00
Receita do dia
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)