Cassilândia, Segunda-feira, 20 de Novembro de 2017

Últimas Notícias

18/04/2006 22:11

CCJ aprova parecer contra aposentadoria de Janene

Iolando Lourenço/ABr

A Comissão de Constituição e Justiça da Câmara aprovou hoje (18), pelo processo simbólico de votação, o parecer do deputado Antonio Carlos Biscaia (PT-RJ), contrário à concessão de aposentadoria por invalidez ao deputado José Janene (PP-PR), enquanto não for concluído o processo de cassação movido pelo Conselho de Ética contra o parlamentar.

O parecer de Biscaia foi dado à consulta feita à CCJ pelo presidente da Câmara, Aldo Rebelo (PCdoB-SP). "A decisão final sobre a aposentadoria fica postergada para o final do processo de cassação", disse Biscaia.

A CCJ também se manifestou favorável à posse imediata do suplente de Janene, enquanto este estiver de licença médica. Janene está de licença desde setembro do ano passado, quando foi aberto o processo de cassação, por suposto envolvimento em um suposto esquema de pagamento de mesadas a parlamentares comandado pelo empresário Marcos Valério.

Após o resultado da votação na CCJ, Aldo Rebelo disse que vai analisar o parecer da comissão e só depois tomará uma decisão sobre a concessão da aposentadoria a Janene. Biscaia informou que, em todas os casos, a presidência da Câmara tem acatado as deliberações da CCJ.

De acordo com Biscaia, ficou claro que, ao requerer aposentadoria, Janene quis se livrar do processo de cassação com a aposentadoira por invalidez. "Ele queria, aposentando-se por invalidez, evitar as demais sanções de uma eventual cassação e nem se sabe se vai acontecer no Plenário. Se ele se aposentasse não ficaria privado de disputar as eleições deste ano", disse.

De acordo com o relator, os argumentos que o levaram a se posicionar contra a aposentadoria no curso do processo de cassação do mandato foram com amparo analógico na impossibilidade de renúncia ao mandato enquanto, não for concluído o processo de cassação. "Não podemos aceitar renúncia ou aposentadoria por invalidez, enquanto não for concluído o processo de cassação", disse.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Segunda, 20 de Novembro de 2017
Domingo, 19 de Novembro de 2017
11:00
Mundo Fitness
Sábado, 18 de Novembro de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)