Cassilândia, Segunda-feira, 25 de Setembro de 2017

Últimas Notícias

17/08/2017 09:00

CCJ admite PEC que autoriza cobrança de ICMS na importação de bens por leasing

Agência Câmara

A Comissão de Constituição e Justiça e de Cidadania (CCJ) da Câmara dos Deputados aprovou nesta terça-feira (15) a admissibilidade da Proposta de Emenda à Constituição PEC 150/15, do Senado, que amplia a incidência do ICMS para os produtos importados por contratos de locação (leasing), mesmo quando não haja transferência de propriedade.

A iniciativa se opõe à atual interpretação do Supremo tribunal Federal (STF) segundo a qual a cobrança do imposto se justifica apenas quando há a compra do bem, e não apenas empréstimo.

O relator, deputado Paes Landim (PTB-PI), defendeu a aprovação da PEC. Segundo ele, a medida favorece a arrecadação dos estados, além de proteger o mercado doméstico. “O quadro fiscal enfrentado pelos estados é dramático. Em algumas localidades, os governos já enfrentam dificuldades na prestação de serviços públicos essenciais à população”, observou.

Reequilíbrio dos estados
Nessa mesma linha, o deputado Chico Alencar (PSOL/RJ) disse que o texto favorece o reequilíbrio financeiro dos estados, promovendo o que chamou de “justiça tributária”. “Há uma verdadeira crise fiscal que é originária da péssima distribuição dos recursos na União, ampliar esse ICMS para a arrecadação dos estados é absolutamente justo”.

Já para o deputado Marcos Rogério (DEM-RO), a proposta desrespeita a própria finalidade do ICMS em tributar apenas as operações de compra e venda. Ele também argumentou que o texto incentiva a bitributação de bens importados por leasing que já são onerados pelo IPI e pela Cofins, como é o caso de aeronaves.

Para ele, caso aprovada, “a nova forma de tributação inseriria um custo adicional sobre uma operação relevante para o setor de aviação civil, o qual já é conhecido por resultados negativos”. O parlamentar apresentou voto em separado à PEC, que foi rejeitado pelo colegiado.

Tramitação
A proposta será analisada por uma comissão especial. Depois, seguirá para o Plenário, onde precisará ser votada em dois turnos.

Saiba mais sobre a tramitação de PECs

ÍNTEGRA DA PROPOSTA:
PEC-150/2015

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 24 de Setembro de 2017
18:01
Município suspende aulas
11:00
Mundo fitness
10:00
Receita do dia
Sábado, 23 de Setembro de 2017
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)