Cassilândia, Sexta-feira, 09 de Dezembro de 2016

Últimas Notícias

10/07/2007 18:32

Cassilândia: vereadores vão ao TJ para reaver mandatos

Humberto Marques - Campo Grande News

Os seis vereadores afastados da Câmara de Cassilândia impetraram agravo de instrumento no Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul, solicitando a reintegração de seus mandatos. O caso foi repassado nesta terça-feira (10 de julho) à desembargadora Tânia Garcia de Freitas Borges. Os seis vereadores são representados pelo mesmo advogado.

Recorreram do afastamento – que tem validade de 30 dias – os vereadores Baltazar Soares Silva (PSDB, presidente da Câmara), Romão Maiorchini (PMDB), Ozélio Silva (PSDB), Silvioney Verón da Silva (PT), Paulo Fernandes Dalastra (PSDB) e Celino Araújo (PDT). Eles deixaram o cargo por determinação da Justiça, que acatou pedido do Ministério Público Estadual, que acusou os seis de serem beneficiários do esquema de desvio de recursos públicos da prefeitura – investigado na “Operação Judas”.

O fato foi apresentado pelo ex-secretário de Finanças, Waldimiro Cotrim Moreira, que informou que cada um dos vereadores receberia R$ 1 mil na operação. A denúncia levou o MPE a desdobrar as investigações, com a criação da “Operação Pilatos”. Baltazar Silva vinha respondendo pela prefeitura cassilandense devido ao afastamento do titular, José Donizete Ferreira de Freitas (PT) e de seu vice, Sebastião da Silva (PSB). Com a decisão, a prefeitura agora está sob responsabilidade do juiz Silvio Prado.

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
Últimas notícias
Scroller Top
Sexta, 09 de Dezembro de 2016
Quinta, 08 de Dezembro de 2016
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)