Cassilândia, Sábado, 29 de Abril de 2017

Últimas Notícias

24/10/2011 14:33

Cassilândia: tiro acertou artéria e tenente perdeu todo sangue

Bruna Girotto

O laudo necroscópico sobre a morte do tenente José Eufrásio da Silva, 49 anos, já chegou às mãos do delegado da Polícia Civil de Cassilândia (MS), Rodrigo de Freitas. Ele disse hoje (24), em entrevista à Rádio Patriarca, que o médico legista afirmou no laudo que dois disparos teriam matado a vítima. E também que existiam disparos de armas e calibres diferentes. \"Qualquer um destes disparos mataria. Foram duas as causas da morte. Primeiro foi o traumatismo craniano e segundo a hemorragia\", contou o delegado.

O suspeito pelo crime, soldado Adriano Paulo da Silva, 34 anos, conhecido como Paulão, estaria com a arma de calibre 38.

Segundo Rodrigo, um dos disparos efetuados por Paulo, na região abdominal do tenente, atingiu uma artéria e ocasionou hemorragia. O tenente, inclusive, perdeu todo o sangue do corpo. \"Na hora que foi feita a necrópsia, a vítima não possuía mais sangue em seu corpo. Segundo o registro, o coração da vítima teria batido sem sangue. Bateu a seco e causou a morte\", descreveu.

A morte também foi causada pelo traumatismo craniano, conforme relatou o delegado, por meio do disparo de arma de fogo que atingiu a cabeça do tenente. \"Se tivesse ocorrido só o disparo da cabeça a vítima teria morrido? Segundo o exame do médico legista, sim. Se tivesse ocorrido só o disparo na região abdominal a vítima teria morrido? Sim, teria morrido. O disparo feito da arma 38 de Paulo causou a morte da vítima. E o disparo que pode ter sido da arma de outro Policial Militar, que seria da ponto quarenta, também teria ocasionado\", relatou.

Tudo indica que o disparo da arma ponto quarenta, segundo Rodrigo, foi acidental. \"Este policial pode ter efetuado dois disparos, mas na verdade não houve intenção de atingir a vítima. Ao contrário, ele queria protegê-lo. Isso é o que está parecendo até agora pelo o que investigamos\", contou.

(Esta matéria pode ser reproduzida, total ou parcialmente, desde que o site Cassilândia News seja citado como fonte).

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Sábado, 29 de Abril de 2017
Sexta, 28 de Abril de 2017
10:00
Receita do dia
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)