Cassilândia, Domingo, 07 de Março de 2021

Últimas Notícias

20/12/2020 16:34

Cassilândia: Sem RG, homem tem liberdade negada e fica dois meses preso

O Correio News

 

Um homem, não identificado, conseguiu no STJ (Superior Tribunal de Justiça) um habeas corpus através de intervenção da Defensoria Pública de Mato Grosso do Sul, em Cassilândia, distante 430 km da Capital. Ele ficou preso dois meses por prática de incêndio.

Conforme o defensor público Giuliano Stefan Ramalho, o homem foi preso no dia 15 de setembro em flagrante na MS-112, por ter sido visto próximo a uma área que estava com o fogo se alastrando.
A prisão em flagrante foi convertida em preventiva motivo pelo qual a defensoria entrou com pedido de revogação, que foi negado pelo juiz alegando existir dúvida quanto à identidade civil do homem que não tinha documentos de identificação e endereço fixo.

Com isso, foi realizada a coleta das impressões digitais do acusado, mas mesmo assim o juiz continuou negando o pedido da defensoria, afirmando que o homem ainda não estava “civilmente identificado”.

O caso foi então levado ao STJ pelo defensor público de segunda instância, Iran Pereira da Costa Neves, já que o Código de Processo Penal prevê que a identificação criminal supre a ausência de identificação civil para efeitos de prisão preventiva”.

Após analisar o caso, o ministro do STJ, Rogério Schietti Cruz concedeu o habeas corpus pedido pela Defensoria Pública de MS e destacou que além da inexistência de outro motivo que justifique a prisão, o homem já estava preso há dois meses e já teria realizado a identificação criminal. –

CREDITO: CAMPO GRANDE NEWS

Envie seu Comentário
Os comentários feitos no Cassilândia News são moderados. Antes de escrever, observe as regras e seja criterioso ao expressar sua opinião. Não serão publicados comentários nas seguintes situações:

1. Sem o remetente identificado com nome, sobrenome e e-mail válido. Codinomes não serão aceitos.
2. Que não tenham relação clara com o conteúdo noticiado.
3. Que tenham teor calunioso, difamatório, injurioso, racista, de incitação à violência ou a qualquer ilegalidade.
4. Que tenham conteúdo que possa ser interpretado como de caráter preconceituoso ou discriminatório a pessoa ou grupo de pessoas.
5. Que contenham linguagem grosseira, obscena e/ou pornográfica.
6. Que transpareçam cunho comercial ou ainda que sejam pertencentes a correntes de qualquer espécie.
7. Que tenham característica de prática de spam.

O Cassilândia News não se responsabiliza pelos comentários dos internautas e se reserva o direito de, a qualquer tempo, e a seu exclusivo critério, retirar qualquer comentário que possa ser considerado contrário às regras definidas acima.
Restamcaracteres.
 
imagem transparente
Últimas notícias
Scroller Top
Domingo, 07 de Março de 2021
Sábado, 06 de Março de 2021
Sexta, 05 de Março de 2021
Scroller Bottom

  • Idalus Internet Solutions
  • TOP DataCenter e Internet
  • Disponível na AppStore
  • Disponível no Google Play
Rua Sebastião Leal, 845, CEP: 79.540-000, Cassilândia (MS)